Seguir o O MINHO

Desporto

Nacional de Ralis arranca sexta-feira, em Fafe

em

O Campeonato Nacional de Ralis arranca na sexta-feira, em Fafe, com quatro fortes candidatos ao título e o campeão Ricardo Teodósio (Skoda Fabia R5 Evo) à cabeça dos favoritos.

O piloto algarvio voltou a sentir “dificuldades” em montar o projeto para esta temporada, apesar do título nacional conquistado em 2019, falhando o objetivo de conseguir a internacionalização.

“Os nossos patrocinadores não querem fazer nada lá fora. Se for fazer provas internacionais, fico sem dinheiro para fazer o campeonato nacional. Em Portugal é sempre muito difícil conseguir patrocínios, independentemente de termos sido campeões. Neste momento, ainda estamos a tentar reunir a verba necessária para fazer o campeonato deste ano”, revelou Teodósio à agência Lusa.

No entanto, o campeão nacional manteve o carro que lhe valeu o título de 2019 e espera começar “com o pé direito” a nova temporada, tentando ser “o melhor dos portugueses” em Fafe.

Em 2020, o Nacional de ralis terá 10 provas, das quais os pilotos devem escolher oito para participar, contando, para efeitos de classificação, os sete melhores resultados.

A prova minhota, que abre o campeonato a partir de sexta-feira, terá a participação do campeão mundial de ralis, o estónio Ott Tanak, e do espanhol Dani Sordo, ao volante de dois Hyundai i20 WRC, de desempenho superior aos modelos R5 utilizados pelos pilotos do Nacional.

“Ainda por cima vêm com mais ritmo do que nós, pois já disputaram duas provas”, acrescentou Teodósio, mesmo se os dois ‘mundialistas’ não podem disputar o troço de Santa Quitéria, por vir a ser utilizado também no Rali de Portugal, prova pontuável para o Campeonato do Mundo, pois ficariam em vantagem face à concorrência do WRC.

Para além de Teodósio, Armindo Araújo estreia este ano um novo projeto, tendo trocado o Hyundai i20 R5 pelo Skoda Fabia R5, na tentativa de conquistar o sexto título português.

“Vai ser um campeonato muito competitivo”, acredita Armindo Araújo. “Mudei de equipa e de carro. Sabemos que vamos ter um período de adaptação, mas queremos ter um nível elevado e lutar pela vitória desde o início”, referiu.

José Pedro Fontes (Citroën C3), que foi campeão em 2015 e 2016, acredita ter superado definitivamente o grave acidente sofrido no Rali de Portugal de 2017, que condicionou as épocas seguintes.

“A expectativa para este ano é lutarmos pela vitória em todas as provas e sermos campeões”, disse. Para isso, conta com “um carro mais evoluído”.

José Pedro Fontes diz mesmo que o português “é um campeonato de referência na Europa”. “O campeonato continua em boa forma, com equipas e pilotos muito bons. E o campeonato de duas rodas motrizes tem estado a crescer”, disse.

Bruno Magalhães (Hyundai i20) também ambiciona lutar pelo título, que lhe escapa desde 2009. “Queremos ser campeões. Estamos mais fortes, com um carro que apresenta algumas evoluções em relação ao ano passado, nomeadamente, no motor e na suspensão”, contou.

O açoriano Ricardo Moura, campeão em 2011, 2012 e 2013, será um dos ausentes da prova de abertura, devido a questões familiares.

Entre o pelotão nacional, destaque ainda para a saída de Miguel Barbosa, que voltou ao Nacional de todo-o-terreno.

O encerramento do Campeonato Nacional de Ralis está previsto para o Algarve, entre 13 e 15 de novembro.

Anúncio

Desporto

COI confirma qualificação para Tóquio2020 apesar do adiamento

Covid-19

em

Foto: DR / Arquivo

O presidente do Comité Olímpico Internacional (COI) assegurou hoje que os atletas que tenham alcançado a qualificação para os Jogos Olímpicos Tóquio2020 continuam com um lugar garantido na competição, apesar do adiamento para 2021, devido à pandemia de Covid-19.

“É óbvio que aqueles atletas que conseguiram a qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio2020 continuam qualificados. É uma consequência do facto destes Jogos Olímpicos, em concordância com o Japão, continuarem a serem os Jogos da XXXII Olimpíada”, disse o alemão Thomas Bach, em declarações publicadas na página oficial do COI na rede social Twitter.

De acordo com a palavras de Bach, Portugal continua com 34 atletas apurados para os próximos Jogos Olímpicos, que vão decorrer em 2021, ainda em datas a apurar, depois de terem sido adiados por causa da propagação do novo coronavírus.

Após várias semanas de incerteza, na terça-feira, o COI e o Comité Organizador dos Jogos anunciaram o adiamento de Tóquio2020, devido à pandemia de Covid-19, com o objetivo de “proteger vidas”. Foi a primeira vez que uns Jogos Olímpicos foram adiados.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou cerca de 572 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 26.500.

Dos casos de infeção, pelo menos 124.400 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

A Europa é a zona do mundo mais afetada pela pandemia da covid-19, tendo já ultrapassado a barreira das 20 mil mortes, em mais de 337 mil casos de infeção pelo novo coronavírus.

O número de vítimas mortais em Itália devido ao novo coronavírus ultrapassou a barreira dos 10 mil mortos, com o registo de 889 óbitos nas últimas 24 horas, anunciou hoje a Proteção Civil italiana.

O número total de casos de infeção positivos no país, um dos mais afetados a nível mundial pela pandemia da covid-19, desde o início do surto no país (em 20 de fevereiro), é de 92.472.

Continuar a ler

Desporto

Fundação Sporting oferece almoço e apoio médico aos sem-abrigo

Covid-19

em

Foto: DR / Arquivo

A Fundação Sporting vai oferecer no domingo um almoço à comunidade dos sem-abrigo, numa iniciativa em que também alguns médicos irão medir a febre e monitorizar as pessoas presentes, devido à pandemia de Covid-19, anunciou hoje o clube.

Esta iniciativa da fundação ‘leonina’ vai ser realizada em conjunto com a Comunidade Vida e Paz, uma Instituição Particular de Solidariedade Social, tutelada pelo Patriarcado de Lisboa, e está marcada para a Praça do Centenário, no Estádio José Alvalade. A distribuição dos almoços será feita às 13:00.

Através da Comunidade Vida e Paz, uma equipa de médicos vai estar no local e, com material doado pela Fundação Sporting, irá proceder à monitorizarão dos sem-abrigo presentes, bem como à medição da febre.

A Fundação Sporting explicou ainda que a iniciativa respeitará as distâncias de segurança e higiene recomendadas pela Direção Geral de Saúde, por causa dos efeitos do novo coronavírus.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 600 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram quase 28.000. Dos casos de infeção, pelo menos 129.100 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia. Vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 100 mortes e 5.170 casos de infeções confirmadas. Dos infetados, 418 estão internados, 89 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 43 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril.

Continuar a ler

Desporto

“Alguém furou a quarentena”. Roubaram caiaque de Fernando Pimenta (onde foi bicampeão mundial)

Crime

em

Foto: DR / Arquivo

O caiaque onde Fernando Pimenta foi bicampeão mundial de canoagem em 2018 foi roubado de um espaço comercial em Vila do Conde, denunciou hoje o canoísta.

A embarcação estava em exposição no stand de automóveis Triauto, em Mindelo, um do patrocinadores do multimedalhado atleta de Ponte de Lima.

“Pelo que parece, na terça-feira passada, alguém furou a quarentena para roubar. Com este kayak fui bicampeão do mundo em 2018. Tem, como é óbvio, valor sentimental”, escreveu Fernando Pimenta nas redes sociais.

O atleta pede a quem tenha informações para divulgar às autoridades.

Deixou ainda um vídeo nas redes sociais.

Continuar a ler

Populares