Seguir o O MINHO

Vila Verde

MP acusa autarca de Vila Verde, deputado do PSD e dono de Escola Profissional por corrupção

em

Foto: DR

O Ministério Público (MP) acusou António Vilela, presidente da Câmara de Vila Verde, Rui Silva, deputado do PSD eleito pelo círculo de Braga, e José Luís Nogueira, presidente da Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV) de corrupção.

ATUALIZAÇÃO

Município de Vila Verde terá tido prejuízo de 1 milhão com corrupção em escola

Anúncio

Vila Verde

Casal de idosos vítimas de burla falhada em Vila Verde

Em Cervães

em

Foto: DR / Arquivo

Um casal de idosos da freguesia de Cervães, em Vila Verde, foi alvo de uma tentativa de burla na tarde da passada segunda-feira.

Segundo relataram a familiares, dois homens, aparentando ter 60 anos, bateram à porta de uma casa no Beco de Friões dizendo que os euros iam acabar bem como a médica de família.

Os dois homens questionaram ainda a idosa se tinha dinheiro em casa, quanto tinha e qual o valor que recebia de reforma. Ainda segundo o relato do casal, quando perguntaram quem vivia na casa, ouviram os cães a ladrar e fugiram.

Os vizinhos, que estão a fazer obras em casa, revelam a O MINHO que viram um carro cinzento com dois homens a descer o caminho em direção à casa.

O caso foi reportado à GNR de Prado que dirigiu um carro patrulha para o local mas a idoso não apresentou queixa apenas contou o sucedido.

“Não conseguiu descrever os dois indivíduos”, referiu ainda uma familiar a O MINHO.

Continuar a ler

Braga

Braga e Vila Verde participam em projeto inovador para recolha de seringas dos cidadãos

Iniciativa da Associação de Farmácias de Portugal

em

Foto: DR/Arquivo

A Associação de Farmácias de Portugal (AFP) lançou hoje, no Porto, um projeto piloto inovador que se destina à recolha das seringas dos diabéticos, bem como de todos os cidadãos que necessitam de medicamentos injetáveis em ambulatório.

A presidente da AFP, Manuela Pacheco, explicou que o projeto – “Seringas só no Agulhão” – está restrito até ao final do ano a 10 farmácias do Norte, mas o que se pretende é que seja alargado a todas as farmácias do país.

“Neste momento o programa está restrito a estas 10 farmácias por facilidade de recolha dos resíduos pela empresa parceira no projeto”, sublinhou Manuela Pacheco.

O projeto inicia-se em farmácias dos concelhos do Porto, Vila Nova de Gaia, Matosinhos, Gondomar, Braga e Vila Verde.

“Até ao final do ano teremos tempo de contabilizar, fazer um cálculo do que foi efetivamente recolhido. Penso que teremos um indicador robusto para apresentar às entidades competentes e fazer ver que é uma mais-valia e que deveria haver apoio para constituir um programa nacional”, acrescentou a responsável.

Segundo explicou, até ao momento, não existem no mercado soluções específicas para este tipo de resíduos. A maior parte dos diabéticos, por exemplo, acabam por deitar as suas seringas usadas no lixo doméstico, o que, em seu entender, poderá resultar num problema de saúde pública.

A apresentação do projeto contou também com a presença da Bastonária da Ordem dos Farmacêuticos, Ana Paula Martins, que considerou tratar-se de um projeto muito importante, em termos ambientais de saúde pública.

“Quando fizemos a troca de seringas tínhamos objetivos relacionados com saúde publica, mas também com a morbimortalidade associada a infeção do VIH. De fora ficaram este tipo de situações em que as pessoas que vivem com doença e os [seus] cuidadores”, disse, acrescentando que os materiais injetáveis para diabetes, por exemplo, também “necessitam de uma reciclagem própria, que obedece a normas internacionais”.

Referiu ainda que “há muitas situações ligadas aos lixos que são perigosas não só ambientalmente, mas também para os técnicos, porque encontram estes lixos misturados com todo o lixo orgânico e que podem dar origem a problemas importantes na área da saúde pública”.

“Não temos dúvidas de que os ministérios da Saúde e do Ambiente darão apoio a este projeto porque tem como primeiro objetivo os nossos doentes e os seus cuidadores, mas também a nossa saúde ambiental e o ambiente com saúde”, frisou.

Continuar a ler

Vila Verde

Detido suspeito de agredir e violar a mulher em Vila Verde

Homem de 55 anos

em

Foto: Ilustrativa / Arquivo

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga anunciou hoje a detenção de um homem de 55 anos suspeito da prática de um crime de violência doméstica e de um crime de violação.

Fonte da PJ disse à Lusa que o homem é de Vila Verde e a vítima era a mulher.

A detenção ocorreu no cumprimento de um mandado emitido pelo Ministério Público no Departamento de Investigação e Ação Penal de Braga.

A PJ realizou busca domiciliária à casa do suspeito, apreendendo quatro armas de fogo, destinadas à atividade venatória e à prática de tiro desportivo, bem como munições compatíveis com o uso em tais armas.

O suspeito vai ser levado a tribunal, para primeiro interrogatório judicial e aplicação das respetivas medidas de coação.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares