Seguir o O MINHO

Futebol

Miguel Santos Treinador do Ano no futebol feminino

Campeão Nacional com o SC Braga

em

Foto: Imagens Canal 11

Miguel Santos, treinador que levou a equipa de futebol feminino do SC Braga à inédita conquista do título de campeão nacional, foi esta segunda-feira galardoado com o prémio Quinas de Ouro, durante a gala, organizada pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF), que decorre no Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa.

O técnico de 35 anos, natural de Amares, estava nomeado para o prémio ao lado de Mara Vieira (Valadares Gaia), Madalena Gala (CF Benfica), João Marques (Benfica/Famalicão) e José Paisana (Seleção Nacional feminina sub-17).

O timoneiro das Gverreiras do Minho disse ser “um honra enorme” ter sido o escolhido e partilhou o prémio com a equipa e clube pelas “coisas fantásticas” que juntos conquistaram. Depois de receber o galardão das mãos do ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, Miguel Santos terminou o discurso dedicando, ainda, a distinção aos pais e ao irmão.

No Prémio Vasco da Gama, destinado às equipas que ajudam a levar o nome de Portugal mais longe no Mundo, o SC Braga já tinha sido distinguido pelo futebol de praia, onde se sagrou campeão da Europa.

Os galardões Quinas de Ouro distinguem as melhores equipas, atletas e treinadores ao longo da época anterior.

A gala teve transmissão, em direto, no novo Canal 11 (posição 11 dos canais por cabo; acesso livre).

Lista dos vencedores da Gala Quinas de Ouro 2019

– Jogador do ano masculino: Cristiano Ronaldo (Juventus)

– Jogadora do ano feminina: Jéssica Silva (Levante/Lyon)

– Treinador do ano futebol masculino: Bruno Lage (Benfica)

– Treinador do ano feminino: Miguel Santos (SC Braga)

– Treinador do ano formação: Mário Silva (FC Porto Juniores A em 18/19)

– Equipa do ano masculino: Benfica

– Equipa do ano feminina: Benfica

– Jogador do ano futsal: Ricardinho (Inter Movistar)

– Jogadora do ano futsal: Fifó (Benfica)

– Treinador do ano masculino futsal: Joel Rocha (Benfica)

– Treinador do ano futsal feminino: Luís Conceição (Seleção Nacional de futsal)

– Equipa futsal masculino: Benfica

– Equipa futsal feminino: Benfica

– Jogador futebol praia: Madjer (Sporting)

– Equipa do ano futebol praia: Seleção Nacional A

– Quinas de Platina: Fernando Santos (Selecionador nacional de futebol)

– Prémio Vasco da Gama: Sporting (Futsal), SC Braga (Futebol de Praia) e FC Porto (Sub-19)

– Prémio Prestígio: Jesualdo Ferreira

– Prémio Presidente: Catarina Furtado

– 11 do ano I Liga 2018/19: Iker Casillas (FC Porto), Éder Militão (FC Porto), Rúben Dias (Benfica), Alex Telles (FC Porto), Grimaldo (Benfica), Danilo Pereira (FC Porto), Pizzi (Benfica), Bruno Fernandes (Sporting), Rafa Silva (Benfica), Seferovic (Benfica) e João Félix (Benfica)

Anúncio

Futebol

Ex-atriz porno com 3 milhões de seguidores manifesta apoio ao Vitória através do Twitter

Mia Khalifa

em

Foto: Instagram de Mia Khalifa

A antiga atriz de filmes pornográficos Mia Khalifa manifestou através da rede social Twitter, onde conta com cerca de 3 milhões de seguidores, que irá apoiar qualquer equipa que defronte o Arsenal, algo que motivou reação por parte do Vitória Sport Clube (SC) através da mesma plataforma. Na resposta, a modelo é perentória: “Vamos Vitória!!!”.

A conhecida figura mediática que nasceu no Líbano mas cresceu no Texas, Estados Unidos da América, tem dado que falar em termos futebolísticos por desprezar o Arsenal, e manifestar-se apoiante de qualquer equipa que jogue contra os gunners.

 

Atualmente vinga como modelo de webcam e faz parcerias com casas de apostas, como foi o caso da Sportsbet, que a desafiou a utilizar uma camisola do Watford, antes do jogo contra o Arsenal, desafio aceite pela modelo.

Anteriormente, Mia tinha-se manifestado como apoiante do West Ham, enquanto estes preparavam o desafio com o clube da capital inglesa. Questionada no Twitter sobre qual o clube que apoia em definitivo, a modelo esclareceu dar apoio “a qualquer equipa que jogue contra o Arsenal”.

E o Vitória reagiu…

 

 

Os vitorianos deixaram ainda o pedido a Mia para que esta apoie o clube no próximo jogo frente aos Gunners.

A equipa de Guimarães defronta os ingleses no Grupo F da Liga Europa em jogo marcado para o próximo dia 24 de outubro, no Estádio Emirates, em Londres.

Continuar a ler

Futebol

Braga perde com Sporting no jogo de estreia da Liga de futebol feminino

Frente ao Sporting

em

Foto: SC Braga (Arquivo)

O Sporting entrou esta segunda-feira da melhor forma na I Liga portuguesa de futebol feminino, ao bater o Sporting Clube (SC) de Braga por 2-1, em Alcochete, numa partida em que as leoas operaram a reviravolta no último quarto de hora.

Uchendu inaugurou o marcador para as bracarenses logo aos 02 minutos, mas os golos de Diana Silva (75) e Nevena Damjanovic (79) permitiram ao Sporting entrar com o pé direito no campeonato de 2019/20 e somar os primeiros três pontos.

As bracarenses chegaram à vantagem quando ainda nenhuma equipa o havia justificado, aproveitando a velocidade e o oportunismo de Uchendu para inaugurar o marcador logo aos 02 minutos.

As minhotas estavam mais confortáveis na partida e dominavam as operações, especialmente após o intervalo, com a avançada nigeriana a colocar à prova a guarda-redes Patrícia Morais num tiro na pequena área (47) e a acertar na trave um remate de meia distância (58).

Mas o Sporting, que até ao quarto de hora final só teve uma oportunidade flagrante, com Carolina Mendes a atirar por cima (06), igualou a partida aos 75 minutos, por Diana Silva, solicitada na profundidade pela norte-americana Carlyn Baldwin.

A equipa leonina galvanizou-se com o empate e, pouco depois, a defesa central Nevena Damjanovic operou a reviravolta ao cobrar de forma irrepreensível um livre direto em zona frontal, decorria o minuto 79.

O SC Braga não conseguiu recuperar do golpe anímico e o Sporting podia ter ampliado por Hannah Wilkinson (88), enquanto as bracarenses só nos descontos (90+1) voltaram a criar perigo num remate por cima de Francisca Cardoso.

Ficha de Jogo

Jogo no Estádio Aurélio Pereira, em Alcochete.

Sporting – Sporting de Braga, 2-1.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadoras:

0-1, Uchendu, 02 minutos.

1-1, Diana Silva, 75.

1-2, Nevena Damjanovic, 79.

Equipas:

– Sporting: Patrícia Morais, Ana Borges (Carlyn Baldwin, 20), Carole Costa, Nevena Damjanovic, Joana Marchão, Tatiana Pinto, Rita Fontemanha, Fátima Pinto, Diana Silva, Raquel Fernandes (Ana Capeta, 59) e Carolina Mendes (Hannah Wilkinson, 59).

(Suplentes: Inês Pereira, Carlyn Baldwin, Mariana de Azevedo, Ana Capeta, Joana Martins, Neuza Besugo e Hannah Wilkinson).

Treinadora: Susana Cova.

– Sporting de Braga: Rute Costa, Pratt, Inês Maia, Diana Gomes (Machia, 88), Ágata Filipa, Denali Murnan, Dolores Silva, Regina Pereira (Laura Luís, 72), Vanessa Marques (Sara Brasil, 88), Keane e Uchendu (Francisca Cardoso, 65).

(Suplentes: Houriban, Babi, Lau Machado, Laura Luís, Francisca Cardoso, Sara Brasil e Machia).

Treinador: Miguel Santos.

Árbitra: Catarina Campos (AF Lisboa).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Dolores Silva (26), Tatiana Pinto (38) e Regina Pereira (51).

Assistência: cerca de 400 espetadores.

Continuar a ler

Futebol

Ricardo Horta renova com SC Braga até 2024

Anunciou o clube

em

Foto: SC Braga

O extremo Ricardo Horta renovou contrato com o Sporting Clube (SC) de Braga até 2024, revelou esta segunda-feira o clube da I Liga de futebol.

A cumprir a quarta época nos guerreiros, Ricardo Horta, de 25 anos, já fez 138 jogos e 35 golos, quatro dos quais esta época, pelo SC Braga.

“Esta aposta do clube significa a recompensa do trabalho que tenho vindo a fazer. Foram três grandes anos, agora está a iniciar-se o quarto e espero que corra tão bem como até aqui. É um sentimento de orgulho porque é um prazer enorme jogar aqui e representar este clube”, afirmou à televisão do clube.

O jogador disse ainda que o que o motivou a prolongar a ligação “é continuar a ajudar o clube a crescer”.

“Eu e o presidente temos a mesma ambição e os mesmos objetivos. Sinto que temos muito caminho a percorrer em conjunto e, por essa razão, entendo que faz todo o sentido prolongar a minha ligação ao Braga”, disse.

Para Ricardo Horta, poder estar em Portugal “é bastante confortável” e, no SC Braga, sente-se “completamente em casa”.

“Posso dizer que, aqui, estou na minha zona de conforto, a fazer aquilo de que mais gosto, que é jogar futebol”, disse.

Continuar a ler

Populares