Seguir o O MINHO

Desporto

Miguel Oliveira mantém o número 88 em 2020 numa grelha com três novidades

MotoGP

em

Foto: DR / Arquivo

O piloto português Miguel Oliveira (Tech3 KTM) vai manter o número 88 na próxima época do Mundial de MotoGP, de acordo com a lista oficial divulgada hoje pela organização do campeonato.

O português, que fez toda a carreira nas classes inferiores com o número 44, viu-se obrigado a trocar a numeração utilizada na sua mota no início desta temporada para não colidir com o espanhol Pol Espargaró (KTM), que já usava o 44.

Na listagem dos pilotos inscritos para 2020, destaque para a confirmação de 22 motas na grelha de partida, incluindo três novidades.

A KTM oficial do sul-africano Brad Binder (número 33), a KTM do espanhol Iker Lecuona (número 27), que será companheiro de Miguel Oliveira na Tech3, e a Honda oficial do espanhol Alex Márquez (número 73), novo companheiro de equipa do irmão e campeão do mundo, Marc Márquez.

De fora deverá ficar o francês Johann Zarco, que a meio de 2019 decidiu abandonar a KTM, apesar de ter negociado um lugar na Reale Avintia Racing, com uma Ducati privada de 2019, nos últimos dias.

De acordo com a lista oficial hoje divulgada, o checo Karel Abraham e o espanhol Tito Rabat são os donos das duas motas disponíveis na marca.

Anúncio

Futebol

FC Famalicão: Nehuén Pérez chamado à seleção olímpica da Argentina

Defesa-central

em

Foto: Divulgação / Arquivo

Os defesa Nehuén Pérez, do FC Famalicão, assim como Leonel Mosevich, do Nacional da Madeira, foi convocado no domingo para a seleção argentina de futebol de sub-23 que vai disputar a qualificação sul-americana para os Jogos Olímpicos Tóquio2020.

O jogador dos famalicenses já foi chamado à seleção principal da Argentina, enquanto o futebolista dos insulares é escolha habitual do treinador Fernando Batista para a equipa olímpica.

A Argentina vai disputar o acesso aos Jogos contra Colômbia, Chile, Venezuela e Equador, num grupo A que se disputa de 18 de janeiro a 09 de fevereiro de 2020, na Colômbia.

Continuar a ler

Futebol

Os possíveis adversários do SC Braga (e dos outros clubes portugueses) na Liga Europa

16 avos de final

em

Foto: DR / Arquivo

SC Braga, Benfica e FC Porto têm o estatuto de cabeças de série no sorteio de hoje dos 16 avos de final da Liga Europa de futebol, enquanto o Sporting é a única equipa portuguesa no Pote 2.

Por estarem no Pote 1, os três emblemas lusos vão defrontar um dos segundos classificados da Liga Europa ou um dos quatro piores terceiros da ‘Champions’, com a vantagem teórica de atuarem a segunda mão em casa, em 27 de fevereiro.

Os ‘arsenalistas’ e ‘dragões’ venceram os seus respetivos grupos da Liga Europa, ao contrário dos ‘leões’, que ficaram no segundo posto do D, enquanto que os ‘encarnados’ foram o quarto melhor terceiro da Liga dos Campeões.

Mesmo no Pote 1, as formações lusas não estão livres de enfrentarem adversários categorizados, como o Shakhtar Donetsk, de Luís Castro, a Roma, de Paulo Fonseca, o Wolverhampton, de Nuno Espírito Santo, e os três clubes alemães (Bayer Leverkusen, Eintracht Frankfurt e Wolfsburgo).

Quanto ao Sporting, os ‘perigos’ são bem maiores, pois poderá calhar-lhe em sorte Arsenal, Manchester United, Ajax, Inter de Milão, Sevilha ou Salzburgo.

Com quatro, Portugal é o país com mais clubes nesta fase da competição.

O sorteio dos 16 avos de final da Liga Europa está marcado agendado para as 12:00 (13:00 horas locais), em Nyon, na Suíça.

– Potes para o sorteio dos 16 avos de final da Liga Europa:

Pote 1

Ajax, Hol (x)

Salzburgo, Aut (x)

Inter de Milão, Ita (x)

BENFICA, POR (x)

Sevilha, Esp

Malmö, Sue

Basileia, Sui

LASK Linz, Aut

Celtic, Esc

Arsenal, Ing

FC PORTO, POR

Espanyol, Esp

Gent, Bel

Basaksehir, Tur

SC BRAGA, POR

Manchester United, Ing

Pote 2

Bayer Leverkusen, Ale (x)

Shakhtar Donetsk, Ucr (x)

Olympiacos, Gre (x)

Club Brugge, Bel (x)

APOEL Nicósia, Chp

FC Copenhaga, Din

Getafe, Esp

SPORTING, POR

Cluj, Rom

Eintracht Frankfurt, Ale

Rangers, Esc

Ludogorets, Bul

Wolfsburgo, Ale

Roma, Ita

Wolverhampton, Ing

AZ Alkmaar, Hol

(x) – Equipas provenientes da Liga dos Campeões.

Continuar a ler

Futebol

“Hoje tivemos o lance mais escandaloso da I Liga até agora”

Declarações de Ricardo Sá Pinto

em

Imagem via YouTube

Declarações após o jogo entre SC Braga e Paços de Ferreira, da 14.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, este domingo disputado em Braga e que terminou com a vitória dos pacenses, por 1-0:

– Ricardo Sá Pinto (Treinador do SC Braga): “Sem inspiração não posso concordar, pouco eficazes, sim, tivemos muitos bolas de golo, voltámos a ser uma equipa que criou e fez o suficiente não para empatar o jogo, mas para ganhá-lo.

Hoje tivemos o lance mais escandaloso da I Liga até agora, uma falta sobre o Galeno que, depois, dá o golo do Paços de Ferreira. Acho inacreditável e não consigo entender como é possível não marcar essa falta. O árbitro não foi ajudado na decisão pelo VAR. A lei diz que quando um golo é precedido de falta, deve ser anulado. O VAR não ajuda, não consigo perceber.

Esta equipa só tem uma cara, em 90 por cento dos jogos dominou os adversários, com exceção de dois ou três jogos, como com o Benfica, a segunda parte com o Gil Vicente e na semana passada [com o Desportivo das Aves], mas ainda assim merecíamos outro resultado.

Houve influência no resultado, como já aconteceu noutros jogos. Na Liga Europa temos tido uma arbitragem, e sem VAR, e aqui outra. Esta equipa merece mais, como no antijogo, e até acho que deve ser como no futsal, quando algum jogador é assistido, o cronómetro deve parar, para haver mais verdade e tempo útil de jogo.

É a segunda oportunidade que perdemos para chegar lá acima, hoje não nos deixaram, não foi só sofrer o golo, é animicamente também. Só quero verdade desportiva, não quero ser ajudado, contra nós não tem sido igual.”.

Pepa (Treinador do Paços de Ferreira): “Se foi um resultado justo? Isso vale o que vale, já tivemos muitos jogos assim, com muito volume ofensivo, muitos remates, cantos e não somámos qualquer ponto, por isso, sobre isso, é marcar mais golos.

O Braga teve uma entrada muito forte, com muita qualidade no jogo interior e exterior e se não nos sufocou, andou lá perto. Só quando alterámos o sistema é que conseguimos equilibrar o jogo, conseguimos sair a jogar com algum critério e respirar com bola.

Fizemos um bom golo e, na segunda parte, foi mais do mesmo, com o Braga a entrar forte, mas depois é saber sofrer, com muito espírito de solidariedade. Tivemos algumas dificuldades, o Ricardo Ribeiro também fez uma grande exibição.

[Lance do golo do Paços de Ferreira] Valorizo é o passe do Luiz Carlos e o remate do Douglas Tanque. São situações do jogo.

[O Eustáquio] É mais um para ajudar, é um jogador com qualidade e provas dadas em Portugal, quer voltar a ser feliz. Mercado de Inverno? É agarrar-me com tudo aos jogadores que tenho aqui. A maior parte dos que jogaram hoje, na época passada estavam na II Liga, e vir jogar com o Braga, que tem um dos melhores plantéis dos últimos anos, sofremos, mas soubemos sofrer, hoje fomos felizes, tivemos a sorte do jogo, mas ela procura-se.

Ninguém se escondeu do jogo, o grupo é muito humilde e já merecia uma vitória destas. Esta é uma semana muito importante para nós, temos o Sporting de Espinho daqui a dois dias, é um sonho poder chegar aos quartos de final da Taça de Portugal e, no domingo, temos mais um mata mata, com o Braga outra vez, para acesso à final four da Taça da Liga”.

Continuar a ler

Populares