Seguir o O MINHO

Braga

Juiz manda prender suspeito de furto em 12 estabelecimentos de Braga

Assaltos realizados no espaço de um mês

em

Foto: DR / Arquivo

O homem de 34 anos, indiciado por doze furtos na cidade de Braga, vai aguardar julgamento em prisão preventiva, decretou, esta sexta-feira, um juíz do Tribunal de Guimarães.

O suspeito tinha sido detido por agentes da PSP, na passada quarta-feira, depois de estar indiciado por assaltos a postos de abastecimento de combustível, papelarias, uma loja de canábis, um quiosque e um salão de cabeleireiro, tudo na cidade de Braga.

Em conferência de imprensa realizada na quinta-feira, o comandante da Esquadra de Investigação Criminal da PSP de Braga, João Figueiredo, disse que seis dos roubos foram em quatro postos de abastecimento de combustíveis.

“O suspeito só procurava dinheiro ou tabaco”, sublinhou João Figueiredo, adiantando que os roubos terão “rendido” mais de 2.800 euros.

Os roubos ocorreram entre 03 de novembro e 07 de dezembro, tendo o suspeito sido detido na quarta-feira, na casa de um amigo, em Lomar, onde pernoitava ocasionalmente.

Na busca domiciliária, a PSP apreendeu vestuário e calçado usados pelo suspeito nos roubos.

O homem atuava munido de uma faca, com a qual ameaçava os funcionários.

Num dos roubos, provocou ferimentos numa pessoa.

Noutra ocasião, num posto de combustíveis, envolveu-se em confrontos com um cliente, tendo abandonado o local sem consumar o roubo.

Dos 12 roubos de que é suspeito, foi reconhecido pelas vítimas em 11.

A PSP admite que o homem poderá estar envolvido em mais casos do género, continuando as investigações.

Populares