Seguir o O MINHO

Alto Minho

Instalação de Madalena Martins dá nova vida à Rua de Santa Catarina, no Porto

Artista plástica de Ponte de Lima

em

Foto: CM Porto

Uma instalação artística chamada “Paisagem Etérea”, de Madalena Martins, foi hoje inaugurada na Rua de Santa Catarina, no Porto, para dar as boas-vindas à retoma do comércio de rua, numa altura em que a vacinação permite algum desafogo apesar do aumento de casos ativos na região.

Os trabalhos foram feitos por reclusos de diferentes estabelecimentos prisionais do Norte, cooperação que a artista plástica natural de Ponte de Lima já tinha experimentado noutras vezes aquando da realização das ‘noites brancas’ de Braga.

Segundo o vereador da Câmara do Porto, Ricardo Valente, esta instalação pretende “animar a rua” e “fazer com que se note”, algo que, acredita, já está a ser cumprido, até porque são vários os registos nas redes sociais apenas relativos à montagem da obra de arte.

Foto: Redes sociais

“Acho que a animação de rua funciona muito bem por cima das pessoas, e esse foi o caderno de encargos: algo que não fosse intensivo e que não retirasse espaço público, deixando as pessoas a andar livremente”, disse o vereador à SIC.

Madalena Martins, citada no portal de notícias da Câmara do Porto, revela que o azul celeste é a cor predominante, como predominante é o azul das máscaras descartáveis “que nos cobrem as expressões e nos dificultam a respiração”.

Diz também que é “o céu que dança livre por cima das nossas cabeças” acompanhado de outras cores, uma bipolaridade que “representa a tensão que vivemos” mas quer ser também  “uma viagem desafogada, de pensamentos livres que nos fazem flutuar por este tapete voador, num bailado conduzido pelo vento”.

Foto: CM Porto

Natural de Ponte de Lima, Madalena Martins foi responsável pela instalação do projeto Mundo ao Contrário, que esteve patente em Paredes de Coura, em 2018, e mais recentemente da instalação CouronaVírus, em 2020.

É também autora, em conjunto com um grupo de reclusos do Estabelecimento Prisional de Braga, das decorações do evento da Noite Branca, em Braga, um dos maiores da Europa neste formato.

Esta não é a primeira vez que Madalena Martins foi contratada pela autarquia do Porto para dar um novo ar à cidade. Em 2019, produziu uma instalação que uniu as lojas e edifícios da Rua de Cedofeita com fitas de várias cores

Foto: CM Porto

Também na época natalícia levou ao Gabinete do Munícipe a instalação “Natal é calor que se vê por dentro”, com 17 mil metros de película com origem nos excedentes da impressão de rótulos de vinho.

É licenciada em Design de Comunicação pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto e escolheu essa cidade para viver onde, desde 1999, trabalha no seu atelier de design “Zain”.

Em 2010, criou as marcas “Marias Portugal” e “Bicho Sete Cabeças”, para as quais desenha peças com uma forte identidade portuguesa.

Populares