Seguir o O MINHO

Região

Hospital de Braga recebe Chef Vinagre em showcooking de sensibilização

Outubro Rosa

em

Foto: Bruno Silva / Facebook de Chef Vinagre

No âmbito da 5ª edição do “Outubro Rosa”, o Hospital de Braga dá nota a informar que promove, na próxima quinta-feira, dia 17 de outubro, um showcooking sobre a alimentação no tratamento oncológico com a presença de José Vinagre, Chef do Meliã Braga. Dirigido a doentes oncológicos, seus cuidadores e profissionais da área da saúde, esta ação será desenvolvida em conjunto com Rita Costa Alves, Nutricionista do Hospital de Braga.

Com início pelas 11:30 na Entrada Principal do Hospital de Braga, o evento consiste numa demonstração de cozinha “ao vivo”, onde o Chef Vinagre irá confecionar três receitas adequadas para utentes que se encontrem em tratamento oncológico, entre as quais gaspacho de tomate, peixe ao vapor com couscous e uma sobremesa à base de iogurte e frutas frescas. Em simultâneo, a profissional do Hospital de Braga, Rita Costa Alves explicará, do ponto de vista nutricional, quais os melhores alimentos e nutrientes a serem ingeridos durante o tratamento desde tipo de doença.

Com entrada gratuita e aberta ao público, esta ação insere-se na 5ª edição da iniciativa “Outubro Rosa”, organizada pelo Hospital de Braga, Câmara Municipal de Braga, Liga Portuguesa Contra o Cancro, Movimento Vencer e Viver e Associação Rosa Vida. A iniciativa conjunta decorre durante o mês de outubro sob o mote “Prevenir, Apoiar e Combater” e tem como objetivo assinalar o mês internacional de prevenção do Cancro da Mama.

Anúncio

Braga

845 já recuperaram da covid em Braga e não morre ninguém do vírus há cinco dias

Covid-19

em

Arco-íris sobre Braga. Foto: Redes sociais

Mais duas pessoas estão infetadas com covid-19 no concelho de Braga subindo para 1.354 os casos confirmados. O número de óbitos mantém-se nos 63 desde a passada sexta-feira.

Depois de na segunda-feira não se ter registado nenhum caso novo de infeção por covid-19 em Braga, hoje, os serviços sanitários registaram mais dois, sendo, agora, 1.354 as pessoas portadoras do vírus.

O número de óbitos mantém-se estável, sendo 63 as pessoas falecidas com o coronavírus no concelho.

Fonte do setor local da saúde disse a O MINHO que o número de cidadãos curados é, agora, de 845.

A mesma fonte precisou que estão agora sob vigilância ativa da autoridade local de saúde 67 pessoas, o que significa que são contactadas com frequência pelos técnicos para se saber o seu estado sanitário, já que estiveram em contacto com alguém que contraiu o coronavírus.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Proprietário de bar agredido por três homens no centro histórico de Viana

Agressão

em

Foto: DR / Arquivo

Um empresário do sector da restauração foi agredido hoje, em Viana de Castelo, com uma réplica de uma arma de fogo na cabeça, tendo recebido tratamento hospitalar e os agressores, pai e dois filhos, foram constituídos arguidos, disse fonte policial.

Em declarações à agência Lusa, o comandante da PSP de Viana do Castelo, Rui Conde, explicou que o caso ocorreu cerca das 18:00 na Praça da Erva, em pleno centro histórico de Viana do Castelo, na sequência de um desentendimento que terá tido origem na falta de espaço que a esplanada do bar explorado pela vítima deixou naquela área da cidade.

“Tudo terá acontecido porque a viatura de um dos alegados agressores tocou numa mesa da esplanada”, segundo Rui Conde, referindo que, após uma primeira troca de palavras, o agressor acompanhado de dois filhos regressou ao bar tendo a vitima sido agredida de costas, com três coronhadas na cabeça, alegadamente causadas pelo punho da réplica de uma arma.

Na sequência de diligências feitas por agentes que se deslocaram ao local, a PSP identificou os alegados agressores que possuem um quiosque a poucos metros de distância onde aconteceu o incidente.

Nesse estabelecimento um dos agressores entregou a réplica da arma e “uma faca que não terá sido utilizada na agressão” ao homem de 44 anos, de acordo com a mesma fonte.

Rui Conde explicou que os três homens não foram detidos porque “nem a vítima, que ficou sem reação, nem as testemunhas no local, que foram apanhadas de surpresa pela situação, conseguiram identificar o autor das agressões que obrigaram a tratamento hospitalar”.

O proprietário do bar, um dos mais frequentados no centro histórico de Viana de Castelo, teve de ser suturado devido à profundidade dos golpes na cabeça.

Continuar a ler

Guimarães

Câmara de Guimarães entregou equipamento a cinco corporaçoes de bombeiros

Incêndios

em

Foto: Divulgação / CM Guimarães

A Câmara de Guimarães entregou esta quarta-feira, equipamentos de proteção aos corpos de bombeiros que atuam no concelho – Bombeiros de Guimarães, Caldas das Taipas, Vizela, Riba d’Ave e Vila das Aves – foi hoje anunciado.

Foram entregues máscaras de proteção para incêndios rurais, “um equipamento de proteção individual conferindo ao utilizador um elevado nível de proteção contra possíveis queimaduras da face e pescoço, com o benefício acrescentado de bloquear e reduzir a inalação de fumo e partículas de cinzas”, escreve a autarquia, em comunicado.

Este apoio visa “ajudar os nossos bombeiros com equipamentos essenciais para o combate aos incêndios rurais, devidamente adequados ao momento que vivemos por causa da pandemia covid-19”, salientou a vereadora da Proteção Civil.

Sofia Ferreira realçou a “estreita colaboração entre o Município e os Bombeiros, no sentido de criar e disponibilizar as necessárias condições para o desempenho na nobre função em protegerem os nossos cidadãos, salvaguardando também a segurança dos bombeiros com equipamentos adequados para o efeito. Naturalmente, este pedido foi apresentado pelos nossos bombeiros uma vez que se trata de um material de custo elevado e a Câmara de Guimarães decidiu adquirir”.

O comandante dos Bombeiros de Guimarães, Bento Marques, destacou que a Câmara de Guimarães “tem a prática de ajudar e proteger os bombeiros” e sublinhou que as novas máscaras “são uma mais valia” pelo facto de “uma proteção mais completa do bombeiro no combate aos incêndios”.

O comandante dos Bombeiros de Caldas das Taipas, Rafael Silva, vincou que “este novo equipamento é muito importante, sendo mais difícil o combate aos incêndios com esta pandemia. Propusemos ao Município a colaboração na aquisição deste equipamento e desde a primeira hora que a Câmara colaborou”, salientou.

Esta máscara possui um filtro FFP1/2/3 que fica colocada dentro da bolsa existente na frente da boca e nariz da respetiva máscara, ajudando a reduzir a inalação de fumo e de partículas de cinza, bem como protegendo no âmbito da covid-19.

Continuar a ler

Populares