Homem que morreu a combater incêndio em Viana é sepultado quinta-feira em Barcelos

Em Aborim

Manuel Arantes Castro, de 50 anos, vai ser sepultado na próxima quinta-feira, em Aborim, concelho de Barcelos. O homem perdeu a vida, na passada sexta-feira, quando parou para ajudar a combater as chamas numa casa a arder à face da estrada em Vila Fria, no concelho vizinho de Viana do Castelo.

Segundo nota da Funerária Contenças, o corpo de Manuel estará em câmara ardente na Igreja Matriz de Aborim, em Barcelos, a partir das 11:00 horas de quinta~feira. Pelas 16:00 horas é celebrada a missa, indo a sepultar em jazigo da família no cemitério de Aborim.

Manuel tinha problemas cardíacos e havia sido internado recentemente devido a essa condição. Na passada sexta-feira, quando seguia na Rua Ponte Pedrinha, que liga o concelho de Barcelos a Darque, Viana do Castelo, freguesia onde trabalhava numa empresa de portões, avistou um anexo a arder, parando no imediato a viatura para ajudar a extinguir as chamas, ainda antes da chegada de socorro.

Segundo fonte da Proteção Civil de Viana do Castelo, à chegada dos Bombeiros Sapadores Manuel encontrava-se deitado no chão, no exterior do anexo em chamas, em grandes dificuldades respiratórias, acabando por morrer naquele local.

Alberto Costa, atual presidente da Junta de Aborim e familiar da vítima, lembrou Manuel como um homem muito participativo na freguesia, frequentador das atividades paroquiais e membro ativo na comunidade.

Residia nos prédios no lugar de  Samil. Deixa esposa, catequista e membro da Fábrica da Igreja de Aborim, e um filho maior de idade, enfermeiro de profissão, bombeiro numa corporação do concelho de Barcelos e escuteiro em Cossourado.

Não apresentava queimaduras nem feridas exteriores

Fonte da GNR adiantou a O MINHO que o corpo não apresentava queimaduras nem feridas exteriores, pelo que se desconhecem as causas da morte.

No local estiveram os Bombeiros Sapadores e Voluntários de Viana, bem como a VMER do Alto Minho e GNR.

No total, segundo a Proteção Civil, foram mobilizados 28 operacionais apoiados por 11 veículos.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Jovens de Guimarães terão vandalizado várias viaturas em Vizela

Próximo Artigo

Serração com 62 anos de história atingida por incêndio em Amares

Artigos Relacionados
x