Seguir o O MINHO

Desporto

HC Braga e Juventude de Viana apurados para os oitavos da Taça da Europa

Hóquei em Patins

em

Foto: Juventude de Viana

Hóquei Clube de Braga e Juventude de Viana juntam-se ao Óquei Clube de Barcelos nos oitavos de final da Taça de Europa em Hóquei em Patins.

As equipas minhotas venceram os respetivos jogos, a contar para a segunda mão dos 16avos da WS Europe Cup. 

O HC Braga também seguiu em frente, após nova goleada aos alemães do Remscheid, que venceu por 8-1, a somar ao 16-0 da primeira mão.

Ao intervalo, os bracarenses já venciam por 4-0 e o resultado foi-se construindo com naturalidade perante a diferença de nível entre as duas formações.

Nos ‘oitavos’, o Braga vai jogar com o Hockey Valdagno, recebendo os italianos, que perderam a final de 2008, na primeira mão.

A goleada mais expressiva chegou pela ‘mão’ da Juventude Viana, que bateu os suíços do Uttigen por 14-2, depois de já ter vencido esta formação por 5-2 na primeira mão, disputada na Suíça.

Na próxima ronda, a formação de Viana do Castelo vai defrontar os italianos do Trissino.

A primeira mão dos oitavos de final da Taça da Europa, anteriormente chamada Taça CERS, está marcada para dia 14 de dezembro.

A par do Óquei de Barcelos, que venceu (1-4), esta tarde, na Suiça, o RHC Genéve, estas equipas vão agora disputar a ronda dos oitavos de final desta competição, que antigamente era denominada de Taça CERS.

Anúncio

Futebol

Três pontos ‘por um canudo’ após derrota do Braga na ‘pedreira’

14.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol

em

Foto: Divulgação / SC Braga

O SC Braga perdeu, esta noite de domingo, por 0-1, frente ao Paços de Ferreira, em jogo da 14.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Douglas Tanque fez o único golo da partida aos 38 minutos.

Com este resultado, os bracarenses deixam escapar a hipótese de subir ao quinto lugar da tabela, ocupando o nono lugar, com 18 pontos.

(em atualização)

Continuar a ler

Futebol

Dois golos em quatro minutos fizeram o ‘galo’ sonhar, mas Davidson ‘gelou’ Barcelos no final

14.ª jornada da Liga

em

Foto: DR

Gil Vicente e Vitória SC empataram hoje 2-2, num encontro em que os barcelenses venciam por 2-0 ao intervalo e os vimaranenses recuperaram na segunda parte, na 14.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Superiores em todos os aspetos durante a primeira parte, os ‘galos’ marcaram por Claude Gonçalves (28 minutos) e por Kraev (32), depois de terem falhado um penálti por Sandro Lima (nove), mas os vimaranenses melhoraram no segundo tempo e, mesmo algo desinspirados, empataram por Marcus Edwards (68) e Davidson (86).

O Gil Vicente apresentou-se com uma ‘novidade’ face ao ‘onze’ que alinhou na derrota com o Rio Ave (1-0), para a 13.ª jornada – Lourency rendeu o lesionado Arthur Henrique – e foi a melhor equipa ao longo de toda a primeira parte, com uma defesa compacta e um ataque que soube reunir velocidade e precisão no passe.

O vimaranense Marcus Edwards até criou a primeira situação de perigo num remate ao lado, aos sete minutos, mas a equipa treinada por Vítor Oliveira dispôs, de seguida, de um penálti cometido por Mikel sobre Sandro Lima, que o avançado brasileiro dos ‘galos’ falhou, ao permitir a defesa a Douglas (nove minutos).

Após Henrique Gomes ter obrigado Douglas a evitar o golo com uma palmada num cruzamento comprido, aos 11, a equipa vimaranense, que apareceu em Barcelos com Dénis Poha no lugar de Pepê face ao duelo da ronda anterior, com o Portimonense (triunfo por 2-0), começou a subir no terreno e esteve perto de marcar num remate de Léo Bonatini, aos 17, travado por Denis.

Rúben Ribeiro, reforço do Gil Vicente, assistiu ao jogo na bancada. Foto: O MINHO

O Gil Vicente, porém, continuou dinâmico no ataque, sobretudo graças às ações de Kraev pela ala direita, e chegou à vantagem num desses lances: na sequência de um cruzamento do internacional búlgaro aliviado por Tapsoba, Claude Gonçalves surgiu à entrada da área a rematar cruzado e certeiro, sem hipótese de defesa para Douglas.

Perante uma defesa vitoriana insegura e passiva, a formação de Barcelos precisou apenas de mais cinco minutos para voltar a marcar num lance muito bem ‘desenhado’: após um passe de Sandro Lima, Lourency tocou para Kraev e este contornou Douglas antes de atirar para o fundo da baliza.

Incapazes de reagir na primeira parte, apesar das entradas de Pepê e de Bruno Duarte para os lugares de Mikel Agu e de Ola John, os pupilos de Ivo Vieira instalaram-se no meio-campo contrário durante a segunda parte, mas só quebraram a defesa gilista aos 68 minutos, ainda por cima com um golo de Marcus Edwards, a concluir uma tabela com Léo Bonatini.

A partir daí, a pressão vimaranense sobre a retaguarda gilista intensificou-se e quase deu empate aos 80 minutos, quando Léo Bonatini acertou no poste, após remate de Bruno Duarte.

O empate acabou por surgir aos 86 minutos, quando Davidson concluiu, num disparo colocado à meia-volta, após lance de Sacko e Edwards, e poderia ter conseguido a reviravolta num remate de Pepê, aos 90+4, que Denis travou, para manter a invencibilidade caseira dos barcelenses, atualmente no 12.º lugar, com 17 pontos. Os vitorianos mantêm o quinto posto, com 21.

Ficha de Jogo

Jogo no Estádio Cidade de Barcelos.

Gil Vicente – Vitória SC, 2-2.

Ao intervalo: 2-0.

Marcadores:

1-0, Claude Gonçalves, 28 minutos.

2-0, Kraev, 32.

2-1, Marcus Edwards, 68.

2-2, Davidson, 86.

Equipas:

– Gil Vicente: Denis, Fernando Fonseca, Ygor Nogueira, Rúben Fernandes, Henrique Gomes, Soares, Claude Gonçalves (Romário Baldé, 65), Kraev (João Afonso, 90), Baraye, Lourency (Erick, 72) e Sandro Lima.

(Suplentes: Wellington, Edwin Banguera, João Afonso, Ahmed, Romário Baldé, Erick e Naidji).

Treinador: Vítor Oliveira.

– Vitória SC: Douglas, Sacko, Tapsoba, Pedro Henrique, Rafa Soares, Mikel Agu (Pepê, 41), Dénis Poha, João Carlos Teixeira (Davidson, 62), Marcus Edwards, Ola John (Bruno Duarte, 42) e Léo Bonatini.

(Suplentes: Miguel Silva, Frederico Venâncio, Al Musrati, Pepê, Rochinha, Davidson e Bruno Duarte).

Treinador: Ivo Vieira.

Árbitro: Carlos Xistra (AF Castelo Branco).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Léo Bonatini (39), Soares (55), Kraev (74), Sandro Lima (90+1) e Fernando Fonseca (90+1).

Assistência: 4.654 espetadores.

Continuar a ler

Futebol

SC Braga perde em casa com o Benfica

Campeonato feminino

em

Foto: SC Braga

O SC Braga perdeu, este domingo, por 2-0, frente ao Benfica, na 11.ª jornada do campeonato nacional feminino.

Geyse, aos 66 minutos, e Darlene, de grande penalidade aos 78, deram os três pontos para as encarnadas.

As comandadas de Luís Andrade lideram com 33 pontos, alargando para oito a diferença para as bracarenses, que seguem em terceiro.

Continuar a ler

Populares