Seguir o O MINHO

Destaque

Guimarães pioneira na mobilidade urbana sustentável

em

Foto: Arquivo

Guimarães é dos primeiros concelhos em Portugal a apresentar um Plano de Mobilidade Sustentável (PMUS) que visa definir novas prioridades na área da mobilidade, tendo em linha de conta os peões, a bicicleta, transportes públicos, uso eficiente do carro e os carros. “Mais cedo ou mais tarde, todas as cidades terão de ter um Plano de Mobilidade Sustentável e Guimarães já o tem elaborado, apesar de ser um documento aberto e sempre sujeito a alterações”, explicou Paula Teles, coordenadora do projeto elaborado pela empresa MobilidadePT.

O Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, destacou a participação dos Vimaranenses e admite receber contributos até ao momento em que o documento ficar encerrado para ser submetido a reunião do Executivo da Câmara e posteriormente à Assembleia Municipal, apesar do prazo definido para a discussão pública terminar no dia 31 de dezembro.

Nesta última sessão ficou esclarecido que “não existe nenhuma limitação ou bloqueio de vias para os automóveis”, mas antes uma mudança de paradigma que assenta na vertente da “sustentabilidade” e “segurança” ao criar zonas da redução de velocidade, assim como a libertação de espaços para a fruição das pessoas.

O Plano de Mobilidade Urbana Sustentável está disponível para discussão pública, que pode ser efetuada de forma aberta e enviando um email para o endereço que consta do “aviso” publicado no site da CMG ([email protected]) e cujo conteúdo pode conter sugestões, comentários ou avaliações críticas em qualquer formato que se entenda conveniente.

Anúncio

Destaque

Sporting de Braga contrata ex-árbitro Cosme Machado

em

Por

O antigo árbitro Cosme Machado vai ser consultor e formador na área da arbitragem no Sporting de Braga, revelou hoje o clube da I Liga de futebol.

Numa nota colocada no seu sítio oficial, os minhotos revelam que o ex-árbitro, de 40 anos, vai iniciar essas funções na SAD bracarense, assim como acompanhar todas as equipas de futebol do Sporting de Braga.

Além do “aconselhamento para questões relacionadas com a arbitragem”, vai dirigir “também ações de formação progressivas, permanentes e atualizadas aos jogadores, trabalhadores e demais colaboradores do Sporting de Braga na área da arbitragem e regras do jogo. Terá também a seu cargo a observação e análise de jogos a nível nacional e internacional”, pode ler-se.

Cosme Machado fará ainda o “acompanhamento de todas as equipas de futebol do Sporting de Braga, intervindo desde os escalões mais jovens, numa ação de amplo alcance que visa auxiliar de muito perto as centenas de futebolistas que representam” o clube.

“Pela experiência adquirida como agente desportivo e pela forte componente relacional e comunicacional das funções que desempenhou no fenómeno do futebol, Cosme Machado será uma mais-valia relevante para a análise e para a intervenção sobre o comportamento dos atletas, treinadores e demais agentes do Sporting de Braga nas suas interações internas, com os companheiros, treinadores e staff, e externas, com adversários, árbitros e demais agentes desportivos”, conclui.

 

logo Facebook Fique a par das Notícias do Sporting de Braga. Siga O MINHO no Facebook. Clique aqui

Continuar a ler

Braga

Sporting de Braga apresentou-se a 4 mil adeptos no centro da cidade

em

Por

O Sporting de Braga apresentou este domingo à noite um plantel de futebol de 27 jogadores para a temporada 2016/17 sem surpresas de última hora, tendo José Peseiro frisado a vontade de ganhar a todos os adversários e conquistar títulos.

Numa cerimónia que serviu para apresentar também as equipas B e feminina e que teve lugar no centro da cidade perante cerca de quatro mil adeptos, foram chamados ao palco os seguintes jogadores: Rosic, Sasso, Boly, André Pinto, Wilson Eduardo, Marko Bakic, Hassan, Martínez, Baiano, Djavan, Rafa, Stojiljkovic, Tiago Gomes, Ricardo Horta, Luís Aguiar, Pedro Santos, Ricardo Ferreira, Pedro Tiba, Marafona, Alan, Vukcevic, Oti, Mauro, Tiago Sá, Chidi, Marcelo Goiano e Matheus.

Ringstad, Alef e Erick Moreno já não treinam com a equipa e não foram apresentados.

O ‘capitão’ Alan mostrou vontade da equipa “fazer mais do que no ano passado”, enquanto José Peseiro destacou que o Sporting de Braga “é a quarta maior potência do futebol em Portugal” e afirmou “não haver impossíveis: cada jogo é um desafio que queremos vencer, queremos ganhar a todos os adversários e trazer mais títulos.”

Já o presidente ‘arsenalista’, António Salvador, disse-se “otimista” para a disputa da Supertaça Cândido de Oliveira, no domingo, em Aveiro, mas alertou para a qualidade do Benfica.

“Se o Benfica é favorito? No dia 07 [de agosto] vamos defrontar uma grande equipa que é o Benfica, que é campeão nacional, mas nós vencemos a Taça de Portugal, pelo que em jogo vão estar as equipas que merecem lá estar. É uma final, qualquer equipa pode ganhar e com a nossa vontade, crer, força e união vamos fazer tudo para vencer”, afirmou.

O dirigente admitiu interesse de outros clubes em jogadores dos minhotos, pelo que, até ao fecho do mercado [31 de agosto], “vai haver alterações” no plantel.

Não somos hipócritas, sabemos que vai haver alterações, este clube todos os anos vive com isso e este ano não vai fugir à regra, mas temos que estar preparados e em condições para que os que vêm suportem os que saem. Estamos em sintonia com o nosso treinador José Peseiro e vamos formar mais uma vez uma boa equipa”, garantiu.

Recusou haver propostas por Rafa e Boly e reiterou o interesse em Josué e Rui Fonte, jogadores que na época passada jogaram em Braga emprestados por FC Porto e Benfica.

“São dois excelentes jogadores, que deram muito ao Braga no ano passado e gostaríamos de tê-los cá, mas eles não nos pertencem, vamos esperar para ver o que vai acontecer”, concluiu.

Continuar a ler

Braga

Pagamento de “portagens” no acesso ao Bom Jesus de Braga divide visitantes

em

Por

A perspetiva de cobrança de “portagens” aos automóveis que entrem no recinto junto à Basílica do Bom Jesus, em Braga, está a dividir opiniões entre os visitantes.

A Confraria do Bom Jesus, que instalou à entrada do recinto um “pórtico” que indicia o pagamento de portagens e “anunciou” o valor de um euro por cada automóvel, refere agora que este mês e no próximo ninguém paga e sublinha que ainda está a estudar “as melhores soluções” para limitar o acesso de veículos.

“Já temos de pagar 50 cêntimos para urinar [em instalações sanitárias de acesso condicionado], agora parece que querem cobrar um euro por automóvel, daqui a pouco teremos certamente de pagar uma taxa qualquer pelo ar que respiramos ou por cada Avé, Maria que rezamos”, criticou José Dias, um bracarense que se confessa visitante habitual daquela estância.

As críticas são corroboradas por Alberto Martins, de Barcelos, que foi surpreendido com a “praça de portagens” recentemente instalada à entrada do recinto da basílica, quando entrava de carro cheio para uma visita ao Bom Jesus.

“Se isto for para pagar, não volto cá”, referia.

Por um diapasão diferente afina Francisco Pereira, de Leiria, que dizia entender a eventual cobrança da entrada e que sublinha que essa é uma prática que já não é nova no país.

“Já paguei cinco euros para entrar na Mata do Buçaco, sei que se paga para entrar no [Parque Nacional da Peneda] Gerês, há vários sítios onde se paga. É claro que ninguém gosta de pagar, mas toda a gente gosta de chegar e encontrar um património construído e natural bem cuidado”, refere.

Em 2014, a Confraria do Bom Jesus começou a cobrar pelo estacionamento de autocarros junto à basílica, num valor que varia entre os 10 e os 15 euros, consoante a lotação do veículo.

Recentemente, foi instalado à entrada do recinto da basílica um “pórtico” que indicia o pagamento de portagens e “anuncia” o valor de um euro por cada automóvel.

“Os visitantes podem estar descansados, que a taxação não está para breve. Neste mês e no próximo, ninguém vai pagar. Depois, logo se vê”, refere o presidente da Confraria.

Varico Pereira admite que há o objetivo e a necessidade de “controlar a afluência do tráfego” e que “ainda estão a ser estudadas as melhores soluções”.

Sublinha que o Bom Jesus já está na lista indicativa portuguesa dos candidatos à classificação de património da Humanidade pela Unesco e lembra que o sucesso da candidatura passará, obrigatoriamente, pela elaboração de um “plano de gestão” da basílica e recinto e mata envolventes, com uma área superior a 25 hectares.

Diz ainda que “a primeira reação” das pessoas é sempre contestar um qualquer pagamento, mas manifesta-se convicto de que, com calma e com ponderação, “tudo se resolverá a contento de todos”.

“Se se cobrar um euro por automóvel e se o automóvel levar cinco pessoas, estamos a falar de 20 cêntimos por pessoa”, argumenta.

Na última década, a Basílica do Bom Jesus conheceu obras e restauros no valor de 18 milhões de euros, mas ainda são necessários mais dois milhões de euros para concluir as intervenções.

Tudo, como salienta Varico Pereira, em nome de um Bom Jesus “mais bonito, mais acolhedor e mais atrativo”.

 

logo Facebook Fique a par das Notícias de Braga. Siga O MINHO no Facebook. Clique aqui

Continuar a ler

Populares