Seguir o O MINHO

Aqui Perto

Granizo deixou rastro de destruição em vinhas de Montalegre e da Galiza

Mau tempo

em

Foto: Redes sociais

A queda intensa de granizo destruiu colheitas em freguesias do concelho de Montalegre e na região da Galiza, em Espanha, durante a instabilidade meteorológica que se voltou a viver nesta quarta-feira.

Nas redes sociais, produtores de ambos os lados da fronteira reclamam prejuízos incalculáveis, alguns deles admitindo que ficaram sem qualquer tipo de colheita de vinho para este ano, e talvez para também para o próximo.

Granizo na Galiza. Foto: Redes sociais

Em Chantada, na Galiza, viticultores mostram imagens desoladoras através das redes sociais a mostrar os danos causados pelo granizo e pela chuva. A maior parte dos afetados trata-se de pequenos e médios produtores, alguns que vivem do fabrico do vinho e outros que o fazem em tempo parcial. Também muitas horas foram arrasadas pelo mau tempo.

Foto: Redes sociais

Foto: Redes sociais

Para além do arraso nas colheitas, a chuva intensa e a queda de granizo provocaram hoje inundações em estradas, em habitações e numa superfície comercial em Montalegre.

Granizo na Galiza. Fotos: Redes sociais

O vice-presidente da Câmara de Montalegre, David Teixeira, explicou que a chuva intensa e o granizo caíram sobre aquela vila durante cerca de meia hora, entre as 15:00 e as 15:30.

A queda de granizo já afetou cerca de 2.200 hectares de vinha, principalmente nos concelhos de Armamar, Lamego, Peso da Régua e Vila Real, segundo estimativas da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte (DRAPN).

Granizo em Montalegre. Foto: Manuel Soeira

Granizo em Montalegre. Foto: Manuel Soeira

A primeira ocorrência de queda de granizo, chuva intensa e trovoada das últimas semanas aconteceu em 31 de maio, afetando principalmente o concelho de Vila Real.

Novos episódios de mau tempo aconteceram na sexta-feira e no domingo, atingindo também os concelhos de Peso da Régua, de Armamar e Lamego, todos inseridos na Região Demarcada do Douro.

Face às tempestades que assolaram a região nos últimos dias, a Comunidade Intermunicipal do Douro (CIM Douro), juntamente com os municípios de Armamar, Alijó, Lamego e Vila Real, já solicitaram uma audiência à ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, para que em conjunto se possam avaliar os “enormes prejuízos” e arranjar soluções para os agricultores deste território.

Granizo em Montalegre. Foto: Manuel Soeira

Granizo em Montalegre. Foto: Manuel Soeira

Granizo em Montalegre. Foto: Manuel Soeira

Fonte do Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) de Vila Real disse hoje à Lusa que até ao momento não se registaram ocorrências significativas devido ao mau tempo esta tarde, à exceção de Montalegre.

Populares