Seguir o O MINHO

Alto Minho

GNR apanha traficante que andava fugido à justiça há 18 anos em Valença

Tem 14 anos e meio de prisão para cumprir

em

Foto: Ilustrativa / GNR

A GNR deteve, na quarta-feira, no concelho de Valença, um homem de 62 anos, que andava fugido à justiça há 18 anos, após ter sido condenado por tráfico de droga e posse de arma proibida.

Em comunicado, o Comando Territorial de Viana do Castelo explica que o Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Valença deteve o foragido que tem para cumprir uma pena de prisão de 14 anos e seis meses.

Contactado pela agência Lusa, o comandante do destacamento territorial de Valença, capitão Ivo Morais, explicou que o homem, de 62 anos, condenado em 2008 pelos “crimes de tráfico de droga, associação criminosa e posse de arma proibida, fugiu durante uma saída precária”.

Anteriormente, adiantou, tinha sido condenado, pelo crime de tráfico de droga, a uma pena de oito anos, que cumpriu na totalidade.

O processo pelo qual foi condenado, em 2008, a 14 anos e meio de prisão foi julgado no tribunal de Vila Nova de Famalicão.

O caso foi investigado pela Polícia Judiciária e envolvia mais dois homens, um português, entretanto falecido, e um espanhol, também condenados à mesma pena.

Natural de Monção, o homem chegou a ser proprietário da antiga pensão rio Minho, entretanto encerrada.

Segundo o comandante do destacamento de Valença, o homem foi detido na quarta-feira e terá regressado recentemente aquela cidade.

“Não sabemos há quanto tempo estaria em Valença. Pensamos que teria regressado por altura do Natal. Antes esteve uns tempos em Espanha, depois fez um tratamento médico em França, mas andou sempre a monte”, adiantou o capitão Ivo Morais.

O comandante da GNR Valença adiantou que a detenção ocorreu na sequência de uma operação de “vigilância” realizada pelos militares do posto local, tendo sido “montada uma operação para cumprimento do mandado de detenção”.

“Na abordagem inicial não ofereceu resistência nenhuma, mas apresentou outra identidade, o que acabou por ser desmontado”, observou.

O detido foi transportado, na quinta-feira, pelo Destacamento de Intervenção (DI) de Viana do Castelo, para o Estabelecimento Prisional de Paços de Ferreira, de onde fugiu há 18 anos.

A ação contou com o reforço de várias valências do Destacamento Territorial de Valença e do Posto Territorial de Valença.

Notícia atualizada às 17h00 com declarações do comandante da GNR de Valença.

Populares