Seguir o O MINHO

Famalicão

Famalicão integra coordenação das Cidades Educadoras

Ser Cidade Educadora não se confina ao aspeto escolar, mas é um modelo de gestão

em

Foto: CM Famalicão

O Município de Vila Nova de Famalicão foi eleito para a Comissão de Coordenação da Rede Portuguesa das Cidades Educadoras para o biénio 2019/2020. De entre as 14 cidades que se apresentaram, a candidatura famalicense foi escolhida, acabando por integrar aquele grupo restrito de sete municípios (cinco eleitos e dois por inerência), durante o Encontro Nacional da Rede Territorial Portuguesa que se realizou em São João da Madeira.

À comissão de coordenação, para os cinco lugares elegíveis, apresentaram candidaturas os municípios de: Almada, Amadora, Guarda, Loulé, Odemira, Odivelas, Paredes, Pombal, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Soure, Torres Vedras, Valongo e Vila Nova de Famalicão.

Foram eleitos os municípios de Vila Nova de Famalicão, Almada, Loulé, Odemira e Torres Vedras.

“Esta eleição deixa-nos, simultaneamente, orgulhosos e obrigados a uma maior responsabilidade de afirmar, cada vez mais, Vila Nova de Famalicão como uma Cidade Educadora”, afirma o vereador da Educação, Leonel Rocha, que liderou a comitiva municipal ao encontro nacional.

O autarca indica que “ser-se Cidade Educadora não se confina ao aspeto escolar”, mas que é um modelo de gestão e desenvolvimento “que atravessa toda a administração municipal e que envolve toda a comunidade e os seus agentes”.

Refira-se que o município de Vila Nova de Famalicão aderiu em 2010 à Associação Internacional das Cidades Educadoras (AICE), passando a integrar também a Rede Territorial Portuguesa de Cidades Educadoras, organismos que promovem a troca e partilha de experiências, no âmbito da Educação em toda a sua abrangência, e que entendem a cidade como um espaço de oferta de importantes elementos para uma formação integral do indivíduo.

Populares