Seguir o O MINHO

Futebol

Famalicão com a maior taxa de ocupação em jogos em casa na Liga

Reportagem

em

Foto: DR

O Famalicão é a surpresa da I Liga de futebol, ao conseguir manter-se na liderança isolada da prova ao fim de sete jornadas, e a euforia domina o dia-a-dia do clube e da cidade.

A equipa sensação tem tido dias de sonho e, na verdade, os motivos são muitos. O crescimento do clube tem sido sentido de diversas formas e cada conquista serve para enaltecer e acrescentar algo mais a esse crescimento.

O número de associados do Famalicão é um desse exemplos que ilustra na perfeição essa mesma situação. Há quatro anos existiam cerca de 1.500, mas, no ano passado, antes do arranque da época que culminou com o regresso à I Liga, 25 anos depois, este número ultrapassava os 7.000.

Nesta temporada, antes do início do campeonato, os números já tinham ascendido aos 8.500, mas agora, com a liderança, o clube conta já com 9.500 sócios, ou seja, quase o dobro da lotação do estádio, que é de 5.200 lugares.

Além disso, os jogos em casa dos minhotos são os que maior taxa de ocupação têm no campeonato esta época. A SAD esgotou a venda de lugares anuais, que andam à volta das mil cadeiras.

Este crescimento nas vendas sente-se também nos artigos de ‘merchandising’. Os adeptos esgotaram os artigos disponíveis no estabelecimento aberto no início da época no centro da cidade, em duas semanas. Em números redondos, o Famalicão já vendeu cerca de 1.500 camisolas, o triplo em relação ao ano anterior.

O presidente da Câmara de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, assume-se com um “adepto ferrenho” do clube e reconhece que as vitórias e o destaque do emblema contribuem para aumentar o “reconhecimento da cidade no país e no mundo”.

O autarca, que confessou a vontade de poder estar na bancada dos adeptos, de cachecol ao pescoço, revelou ainda que “no início do ano, o Estádio Municipal de Famalicão vai entrar em obras”.

As obras de remodelação vão ser uma realidade e, segundo o autarca, aconteceriam “mesmo que o clube estivesse ainda na II Liga”.

“O processo está em curso e acreditamos que podemos começar a obra em janeiro. Queremos que as famílias de Famalicão possam ir ao futebol como se vai ao teatro ou ao cinema, usufruindo de ótimas condições de conforto. Mas a intervenção é indiferente ao percurso desportivo. Já projetámos esta intervenção há mais de dois anos e isso estaria a acontecer caso o Famalicão estivesse em primeiro, em último ou estivesse na II Liga”, reforçou.

Na rua, o entusiasmo também se sente sem grande dificuldade. Na quarta-feira, dia de feira no centro de Famalicão, por entre barracas, roupas para venda e muitos pregões, o nome do clube é dito à ‘boca cheia’ e com um orgulho enorme.

António e Cristiano, feirantes de profissão, têm uma verdadeira história de amor com o clube da terra. E, como em todas as histórias de amor, são feitas loucuras para se poder acompanhar o clube. António tem uma caricata e que envolve a irmã.

“Há umas semanas, no jogo com o Guimarães, tinha de estar no aeroporto para ir buscar a minha irmã às 23:00 e só cheguei lá à uma da manhã… ela não se importou, só disse para eu ir com calma”, lembrou António.

Já Crisitiano não conseguiu esconder o entusiasmo em relação ao percurso do clube que ama desde pequeno.

“Acompanho o Famalicão desde sempre… Não ando nisto só porque agora o Famalicão ganha. Já apanhei muita chuva, frio, calor… e o Famalicão a jogar em escalões inferiores… e a perder. Mas o amor é exatamente o mesmo. E sei que no final desta época vou estar a festejar algo bom. Eu acredito piamente nisso. Vamos ser o novo Leicester”, disse.

Com a oitava jornada à porta e a deslocação à casa do FC Porto, os ânimos não esmorecem.

“Que venha o FC Porto. Eles não vão jogar sozinhos e nós vamos sair de lá com mais uma vitória”, atirou Cristiano ainda.

O Famalicão lidera isolado a I Liga portuguesa de futebol, somando seis vitórias e um empate, e o sonho de continuar na senda dos bons resultados comanda o dia-a-dia de todos no clube e adeptos.

Anúncio

Futebol

Euro2020: Portugal recebe Lituânia e espreita o apuramento no Algarve

Jogo agendado para as 19h45

em

Foto: Divulgação / FPF

Portugal defronta hoje, no Algarve, a Lituânia, num encontro em que se vai apresentar com algumas baixas, mas em que pode já fazer a festa do apuramento para a fase final do Euro2020 de futebol.

Caso vença os lituanos e, à mesma hora, em Belgrado, a Sérvia não consiga bater o Luxemburgo, a seleção nacional carimba o segundo lugar do Grupo B e qualificação para uma competição em que pela primeira vez terá o estatuto de detentor do título.

Se isso acontecer, Portugal garante a oitava presença em fases finais de Europeus, a sétima consecutiva, e a sua 10.ª fase final seguida, contabilizando com Campeonatos do Mundo.

Mesmo com várias ausências, como Pepe, Nelson Semedo, William Carvalho, João Mário, Gonçalo Guedes e João Félix, Portugal é claro favorito a vencer a Lituânia, última classificada do agrupamento, com apenas um ponto, naquele que será o primeiro duelo oficial entre as duas nações em solo luso.

Cristiano Ronaldo, que recentemente chegou a ter alguns problemas físicos na Juventus, está sem limitações e tem lugar certo no ‘onze’ titular de Fernando Santos.

No primeiro duelo no grupo, Portugal foi a Vilnius golear por 5-1, com quatro golos de Ronaldo e um de William Carvalho.

O Portugal-Lituânia está agendado para as 19:45 e terá arbitragem do francês Ruddy Buquet. Três dias depois, os campeões europeus jogam no Luxemburgo, na despedida do Grupo B.

O grupo é liderado pela Ucrânia (19 pontos, em sete jogos), seguido por Portugal (11, em seis), Sérvia (10, em seis), Luxemburgo (quatro, em seis) e Lituânia (um, em sete).

Continuar a ler

Futebol

Nuno Manta Santos é o novo treinador do Desportivo das Aves

Ex-Marítimo

em

Foto: Facebook

O treinador Nuno Manta Santos, que abandonou na segunda-feira o comando técnico do Marítimo, vai orientar o Desportivo das Aves até junho de 2021, oficializou hoje o lanterna-vermelha da I Liga de futebol.

“Nuno Manta Santos é o novo treinador do Clube Desportivo das Aves. O técnico rubricou um contrato válido até junho de 2021 e já iniciou funções e orientou a treino da equipa nesta tarde. A acompanhá-lo estarão José Lemos (treinador adjunto) e Paulo Santos (treinador de guarda-redes)”, lê-se no comunicado publicado pelos avenses no ‘site’ oficial.

Nuno Miguel Manta Ribeiro dos Santos, de 41 anos, chega à Vila das Aves dois dias depois de ter rescindido com o Marítimo, clube no qual iniciou a época e cumpriu onze jornadas para o campeonato, deixando os insulares na 14.ª posição, com 11 pontos.

O treinador natural de Santa Maria da Feira sucede a Leandro Pires, que assumiu interinamente o plantel avense após a saída de Augusto Inácio, dispensado em 21 de outubro, na sequência do afastamento na terceira eliminatória da Taça de Portugal diante do Farense (5-2), da II Liga.

Leandro Pires, de Viana do Castelo, acumulou três derrotas consecutivas nas visitas ao Belenenses SAD (3-2) e ao FC Porto (1-0), bem como na receção ao Gil Vicente (2-1), e vai regressar ao comando da equipa sub-23, que na época passada conquistou a Liga e a Taça Revelação.

Na terceira experiência no escalão máximo do futebol português, após a estreia ao leme do Feirense entre dezembro de 2016 e fevereiro de 2019, Nuno Manta Santos vai procurar evitar a descida do Desportivo das Aves, que ocupa o último lugar da I Liga, com apenas três pontos, a cinco da ‘linha de água’.

Arredado das duas taças nacionais, o emblema do concelho de Santo Tirso perdeu os últimos dez encontros para todas as competições e não vence desde 18 de agosto, quando bateu em casa o Marítimo (3-1), na segunda ronda do campeonato.

A estreia de Nuno Manta Santos está agendada para 30 de novembro, na deslocação do Desportivo das Aves ao terreno do Moreirense, em duelo da 12.ª jornada da I Liga.

Continuar a ler

Futebol

SC Braga domina lista de convocados de Portugal para o Mundial de futebol de praia

Quatro jogadores dos 12 eleitos

em

O selecionador português de futebol de praia divulgou hoje os 12 convocados para o Campeonato do Mundo da modalidade, que vai decorrer entre 21 de novembro e 01 de dezembro, em Assunção, no Paraguai, lista que conta com quatro atletas do SC Braga e três do Sporting.

Após o estágio em Sesimbra, Mário Narciso abdicou dos jogadores Pedro Mano, Ricardinho e Rodrigo Pinhal, mas assegurou que os três atletas “que ficaram de fora aceitaram a decisão” e que vão “continuar a lutar por um lugar” na ‘equipa das quinas’.

Por outro lado, o selecionador nacional revelou que todos estão “desejosos” de iniciar o Mundial2019, no qual Portugal se vai estrear diante da Nigéria.

Jogador do SC Braga eleito melhor do mundo no Futebol de Praia

O conjunto luso vai reunir-se na sexta-feira, partindo nesse mesmo dia para Assunção, cidade que vai acolher a fase final da competição.

Portugal está integrado no grupo D do Mundial, juntamente com Brasil, Nigéria e Omã, sendo que a estreia está agendada para 22 de novembro, frente aos nigerianos (20:50, hora de Lisboa). Seguem-se os confrontos com o campeão em título, Brasil, em 24 de novembro (00:00), e Omã, em 26 (20:50).

Lista dos 12 convocados para o Mundial2019 de futebol de praia:

– Guarda-redes: Elinton Andrade (Flamengo, Bra) e Tiago Petrony (Sporting).

– Fixos: Bruno Torres (SC Braga), Rui Coimbra (Sporting) e André Lourenço (sem clube).

– Alas: Madjer (Sporting), Jordan Santos (SC Braga), Belchior (Sporting), Bê Martins (SC Braga) e Rúben Brilhante (ACD Sótão).

– Pivôs: Von (sem clube) e Léo Martins (SC Braga).

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares