Seguir o O MINHO

Futebol

“Estivemos longe de ser a equipa que já fomos tantas vezes”

João Pedro Sousa

em

Foto: DR

Declarações dos treinadores após o jogo Famalicão-Portimonense (0-1), da 29.ª jornada da I Liga de futebol:


João Pedro Sousa (treinador do Famalicão): “O Portimonense forçou o nosso erro. E o estranho é que, por vezes, é mesmo isso que nós queremos. Que o adversário suba as linhas para que nós consigamos encontrar espaços nas costas. É difícil de explicar o porquê do nosso desconforto nesse momento.

Fizemos erros sucessivos, quer nos passes, quer nas receções, quer nos posicionamentos. Foi difícil. A primeira parte foi extremamente difícil para nós. Aos 30 minutos o que queríamos era que acabasse a primeira parte para retificar ao intervalo, para atacar a segunda parte de outra forma.

Estivemos longe de ser a equipa que já fomos tantas vezes. Mas, no fundo, penso que o resultado foi merecido. O Portimonense foi o Portimonense e o Famalicão não foi o Famalicão. Se tivéssemos dado a volta ao resultado não seria justo. O Portimonense foi mais equipa do que nós.

A equipa estava um bocado nervosa, mas mesmo isso não justifica tantos erros. Neste jogo não conseguimos encontrar soluções”

Paulo Sérgio (treinador do Portimonense): “Não estou surpreendido. Nós trabalhamos para que as coisas nos saiam bem. Queremos que as coisas nos saiam melhor ainda porque somos ambiciosos.

A equipa teve uma atitude muito boa no dia-a-dia. Os jogos não se ganham só no dia de jogo. Ganham-se todos os dias. A equipa tem tido um comprometimento, um compromisso, uma atitude diária que é muito boa. Quem trabalha só pode esperar bons resultados. Por vezes a sorte também faz parte, mas quem trabalha normalmente tem sucesso.

O caminho é longo, árduo. Ainda falta muita coisa para aquilo que nós queremos.

A qualidade sempre lá esteve. Temos jogadores com qualidade, mas o compromisso e a atitude coletiva temos melhorado a cada partida. O caminho é este.

A segunda parte não foi sofrida. Foi talvez em termos emocionais. Tivemos várias oportunidades para aumentar o marcador para estamos mais sossegados até ao final, mas não fomos eficazes. O Famalicão é uma equipa com muita qualidade e a qualquer momento podia causar dano. Sofrida nesse sentido. Mas continuámos a criar situações para marcar na segunda parte. Foi um jogo muito capaz. Tiro o chapéu aos nossos atletas pelo desempenho que tiveram aqui.

Não foi o Famalicão que entrou adormecido. Nós é que não deixámos o Famalicão fazer o jogo que gosta de fazer. Foi muito mérito do Portimonense na forma como o Famalicão teve as suas dificuldades. Vínhamos preparados para isto. Há que dar mérito ao que o Portimonense fez aqui contra a equipa que é a verdadeira revelação desta Liga”.

Anúncio

Futebol

Ex-Famalicão Toni Martinez assina pelo FC Porto até 2025

Mercado de transferências

em

Foto: DR

O avançado espanhol Toni Martínez, que alinhava no Famalicão, vai reforçar o FC Porto, assinando um contrato de cinco temporada, anunciou hoje o campeão nacional de futebol.

O jogador, de 23 anos, assinou um contrato válido até 30 de junho de 2025 com os ‘dragões’, depois de se ter destacado ao serviço do Famalicão, do qual foi o segundo melhor marcador na temporada 2019/20, com 10 golos.

Formado no Valência, Toni Martinez passou pelos ingleses do West Ham e pelos espanhóis do Valladolid, do Rayo Majahonda e do Lugo antes de chegar ao Famalicão, no início da época passada.

Nas primeiras declarações como jogador dos ‘dragões’, Toni Martínez revelou-se muito satisfeito com a transferência.

“Esta é uma sensação única e um objetivo cumprido na minha carreira: unir-me ao maior de Portugal, e espero devolver a confiança depositada em mim em campo”, afirmou o avançado, em declarações à FC PortoTV.

Martínez definiu-se com um jogador que se adapta a qualquer cenário, sem esconder a vontade de marcar golos.

“Sou um jogador que gosta de qualquer tipo de futebol. Sou um jogador que se adapta sempre a tudo. Mas principalmente sou um jogador que pensa sempre na baliza, em fazer golos e em tentar ajudar a equipa o máximo possível. Sou um jogador muito comprometido com a equipa e estou muito feliz”, disse ainda.

O avançado acredita que ainda vai “crescer e aprender” muito no FC Porto, um clube que, segundo o jogador, tem “uma das melhores equipas do mundo e que tem dos melhores jogadores do mundo”.

Continuar a ler

Futebol

Mourinho ‘humilhou’ antiga equipa

Premier League

em

Foto: DR

O Tottenham de José Mourinho ‘humilhou’ o Manchester United, em Old Trafford, com uma goleada de 1-6, nesta tarde de domingo, em jogo da 4.ª jornada da Premier League.

Os ‘spurs’ começaram a perder, com um penálti marcado por Bruno Fernandes logo aos dois minutos da partida, mas depois, só deu Mourinho.

A reviravolta operou-se com dois golos antes dos 10 minutos, primeiro por Ndombelé, aos 4, e depois Son Heung-Min, aos 7. Harry Kane ampliou aos 30, Son voltou a marcar aos 37 e Aurier fez o quinto aos 51 minutos. Ainda deu para Harry Kane bisar na partida, através de grande penalidade, aos 79.

Com a vitória, a equipa de Mourinho sobe ao quinto lugar da liga, com sete pontos. O Manchester United tem apenas três pontos, mas um jogo a menos.

Continuar a ler

Futebol

Bracarense Diogo Dalot cedido ao AC Milan

Mercado de transferências

em

Foto: AC Milan / Twitter

O defesa Diogo Dalot vai atuar esta época na Liga italiana de futebol ao serviço do AC Milan, confirmou este domingo o clube italiano, que garantiu o empréstimo do internacional sub-20 português junto do Manchester United.

Diogo Dalot vai usar a camisola número cinco nos ‘rossoneri’, informou o emblema de Milão no sítio oficial da Internet, num curto comunicado em que não são adiantados mais detalhes sobre este acordo de empréstimo.

Nascido em Celeirós, Braga, em 1999, Diogo Dalot foi formado nas escolas do F. C. Porto, tendo atuado pela primeira vez na equipa principal dos ‘dragões’ em 2017, ano em que se sagrou campeão nacional, sendo transferido na temporada seguinte para o Manchester United (35 jogos, um golo).

Continuar a ler

Populares