Dois milhões para fiscalizar supressões das passagens de nível na Linha do Minho

Foto: Pedro Gonçalo Costa / O MINHO (Arquivo)

A Infraestruturas de Portugal (IP) autorizou hoje a contratação por 2,1 milhões de euros de uma empresa para fiscalizar a empreitada de 30 milhões de euros que vai realizar na Linha do Minho entre 2025 e 2029.

Em causa está a fiscalização da empreitada de construção de passagens inferiores ou superiores, pedonais ou rodoviária para desativação de passagens de nível na ligação ferroviária entre Nine, concelho de Famalicão, e Viana do Castelo, prevista no Plano Nacional de Investimentos 2030.

De acordo com o despacho hoje publicado em Diário da República (DR) e que entra em vigor no sábado, a contratação de uma empresa de fiscalização, pelo preço base de 2.100.000,00 euros, ao qual acresce IVA, será integrado em uma futura candidatura ao Quadro Financeiro Plurianual 2021-2027.

O valor global será repartido em cinco anos, sendo que em 2025 o montante será 268.085,15 euros, em 2026, 2027 e 2028 de 536.170,20 e, em 2029, de 223.404,25 euros.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Polícia ajuda mulher a trocar pneu de carro em Viana

Próximo Artigo

Os números do Euromilhões

Artigos Relacionados
x