Coindu constrói nova fábrica e vai criar 450 empregos em Arcos de Valdevez

A Coindu Couture encontra-se a investir 1,3 milhões de euros numa nova fábrica em Arcos de Valdevez,  com uma área coberta de 2 800 metros quadrados, que, de acordo com a Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP), deverá começar a operar até ao final do ano. Quando estiver a laborar em velocidade de cruzeiroa empresa prevê vir a empregar 450 colaboradores na nova fábrica.

“Estamos a aumentar a capacidade instalada para podermos fazer face ao aumento da procura e alargamento da carteira de clientes“, explica Kenneth Huysentruyt, head of sales [responsável pelas vendas] da Coindu, ao T Jornal, publicação daquela associação.

A Coindu Couture foi criada em 2014, em Arcos de Valdevez, para dar resposta às encomendas de uma conhecida marca francesa de malas de luxo, para quem produz, atualmente, mais de 300 componentes.

De acordo com a ATP, nos últimos anos conquistou novos clientes, como as Josefinas e a Mateo, e encontra-se a trabalhar em protótipos para outras marcas, como a Âme Moi.

Emprega actualmente 120 pessoas e planeia fechar o ano com um volume de negócios de 3,5 milhões de euros.

Fundada em 1988 com 183 trabalhadores, a atividade principal da Coindu continua a ser a produção das capas de assentos para diferentes fabricantes.

“A Coindu conta actualmente com cinco mil trabalhadores, espalhados por quatro unidades industriais, em três países – Portugal (Joane e Arcos de Valdevez), Roménia (inaugurada em 2005) e México (aberta em 2015, para acompanhar e fornecer uma fábrica criada neste país pela Audi para o modelo Q5) – e tem um volume de negócios de 280 milhões de euros, que faz dela a maior empresa portuguesa do sector têxtil”, revela a ATP.

Principais clientes da Coindu. DR

A empresa conta ainda com centros de vendas e de desenvolvimento em Ingolstadt e Braunscweig, na Alemanha.



 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Carlos Sainz e Ari Vatanen na bancada VIP da Braga Street Stage

Próximo Artigo

Desconhecidos entraram na Câmara de Viana durante a madrugada

Artigos Relacionados
x