Seguir o O MINHO

Braga

CIM fez queixa por crime informático contra empresa de vereador de Vila Verde

Justiça

em

Foto: YouTube

A CIM- Comunidade Intermunicipal do Cávado entregou uma queixa no Ministério Público do Tribunal de Braga contra a empresa Verde Data, propriedade do vereador socialista José Morais.

Fonte ligada ao processo disse a O MINHO que a queixa-crime se prende com o facto de a empresa, cujo contrato com a CIM já terminara – ter acedido ilegalmente ao e-mail do organismo e se ter recusado a dar as «passwords» dos programas que havia instalado, mediante um contrato entre as partes que vigorou entre 2017 e 2019.

No final do contrato, a CIM fez novo concurso para a área informática, a que concorreram três empresas; nesse período a VerdeData terá entrado no sistema informático, supostamente para tentar perceber quais as propostas dos outros candidatos.

Contactado por O MINHO José Morais disse que desconhece “em absoluto” o processo e garante não ser arguido em nada: “parece configurar-se uma denúncia caluniosa com objetivos políticos”, afirma.

E acrescenta: “é curioso surgirem estas notícias três dias depois da condenação do Presidente da Câmara de Vila Verde, que é vice-presidente da CIM”.

Populares