Seguir o O MINHO

País

CEO da Sonae garante que cadeia alimentar está a ter “atitude muito responsável”

Economia

em

Foto: O MINHO / Arquivo

A presidente executiva (CEO) da Sonae garantiu hoje que “toda a cadeia alimentar está a ter uma atitude muito responsável” face à inflação, salientando que a margem de lucro do retalho alimentar do grupo recuou em 2022 para 2,7%.

“Sinceramente, acho que toda a cadeia alimentar está a ter uma atitude muito responsável. Vejo aí tudo à procura de culpados [para a subida dos preços, mas] não é a cadeia alimentar com certeza. Se eu tivesse que procurar algum culpado, seria, talvez, o presidente da Rússia, ou a China, ou a seca”, afirmou Cláudia Azevedo durante a apresentação dos resultados de 2022 do grupo Sonae, grupo que detém a rede Continente e outras empresas.

Reiterando que “toda a cadeia alimentar, desde os produtores até aos distribuidores, tem tido uma atitude muito responsável” face ao atual contexto inflacionista, a líder da Sonae afirmou: “Isso vê-se nos dados, vê-se nos dados produzidos pelo Estado, portanto não vejo onde é que está o mistério de que andam à procura na cadeia alimentar”.

Para Cláudia Azevedo, “é um problema sério Portugal ter 20% de inflação alimentar” e a Sonae quer “ser parte da solução”, rejeitando a “campanha de desinformação” que aponta para um eventual aproveitamento por parte do setor da distribuição, aumentando as margens.

Populares