Seguir o O MINHO

País

Candidaturas a apoios de 50 milhões para vinha prolongadas até fevereiro

Covid-19

em

Foto: DR / Arquivo

O Instituto da Vinha e do Vinho prolongou o prazo de apresentação das candidaturas ao regime de apoio à restruturação da vinha, que tem 50 milhões de euros de dotação na campanha 2021-2022, até fevereiro, perante a evolução da pandemia.

“Face ao previsível condicionamento de mobilidade, por força da evolução da pandemia de covid-19, o Instituto da Vinha e do Vinho (IVV) prorrogou o prazo de apresentação das candidaturas ao Regime de Apoio à Reestruturação e Reconversão da Vinha (VITIS)”, indicou, em comunicado, o Ministério da Agricultura.

As candidaturas para a campanha de 2021-2022 podem assim ser submetidas até 01 de fevereiro, através do ‘site’ do Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP).

“Com uma dotação de 50 milhões de euros, o VITIS para a campanha 2021-2022 continua a reforçar a forte dinâmica de investimento no setor, adotando regras e critérios de prioridade e indo ao encontro das necessidades dos viticultores, das quais se destacam, nesta campanha, a ponderação de vinhas destinadas a modo de produção biológico e de viticultores detentores do estatuto da agricultura familiar”, sublinhou o ministério tutelado por Maria do Céu Antunes.

A medida VITIS é suportado pelo Plano Nacional de Apoio do IVV.

Populares