Seguir o O MINHO

Alto Minho

Caminha garante transportes públicos gratuitos a passageiros com mais de 65 anos

Programa de Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos

em

Foto: Ilustrativa / CM Caminha

A Câmara de Caminha decidiu hoje, em reunião do executivo municipal, garantir “transportes públicos rodoviários e coletivos, dentro do concelho”, a passageiros com mais de 65 anos, informou hoje a autarquia.


Em comunicado, o município explica terem sido “hoje aprovados os protocolos que operacionalizam a medida, no âmbito do Programa de Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos (PART)”.

Os protocolos “foram negociados com duas operadoras, a empresa de Transportes Courense e a Transcovia – Transportes Coletivos de Viana do Castelo, SA”, e “vigoram até 31 de dezembro”, acrescenta a mesma nota.

“O utente (munícipe/residente) deverá, através de requerimento próprio, solicitar ao município a aplicação da medida PART, o que permitirá a atribuição do respetivo bilhete individual”, especifica a autarquia presidida pelo socialista Miguel Alves.

Segundo a Câmara de Caminha, o PART “destina-se à redução tarifária nos transportes públicos coletivos e ao aumento da oferta de serviços, tendo por objetivo combater as externalidades negativas associadas à mobilidade, nomeadamente o congestionamento, a emissão de gases de efeito de estufa, a poluição atmosférica, o ruído, o consumo de energia e a exclusão social”.

Trata-se, ao mesmo tempo, de “um instrumento de apoio às famílias, indo ao encontro dos seus hábitos de mobilidade, e que pretende garantir que nunca serão as razões financeiras a impedir as pessoas de optar pelo modo coletivo em detrimento do individual”, adianta.

De acordo com o município, este apoio vem “juntar-se aos transportes escolares gratuitos atribuídos” às crianças do pré-escolar e a alunos do 1.º ciclo ao ensino secundário.

Anúncio

Alto Minho

Bombeiros evitam que chamas atinjam casa durante incêndio em Ponte de Lima

Incêndio florestal

em

Foto cedida a O MINHO

O grande incêndio que lavra na freguesia de Anais nesta terça-feira, dirigia-se a uma habitação, cerca das 23:40, mas a rápida intervenção dos bombeiros no terreno evitou o pior.

As chamas chegaram a aproximar-se de uma habitação situada na zona de Costeira, na rua do Covão, mas apenas ardeu zona de floresta depois de os bombeiros conseguirem dominar o fogo que seguia na direção de zona habitacional, junto ao Bom Jesus de Anais, não chegando a casa a estar em perigo.

As chamas deste incêndio que atravessou as freguesias de Fornelos (onde teve início) e Queijada, estão ainda longe de serem dominadas, face aos fortes ventos que se fazem sentir naquela zona montanhosa que divide os concelhos de Ponte de Lima e Vila Verde, já no distrito de Braga.

Fonte do CDOS de Viana indicou a O MINHO que estão, de momento, 83 operacionais apoiados por 26 viaturas vindas de corporações dos dois distritos minhotos no combate às chamas.

Incêndio em Ponte de Lima vai com várias frentes para Vila Verde mas sem ameaçar casas

Adiantou ainda que o incêndio permanece ativo e não está a ameaçar habitações.

Continuar a ler

Alto Minho

Incêndio consome floresta em Ponte de Lima

Em Fornelos

em

Foto cedida a O MINHO por Ângelo Reis

ATUALIZAÇÃO

Incêndio em Ponte de Lima vai com várias frentes para Vila Verde mas sem ameaçar casas

Um incêndio está a consumir uma zona considerável de floresta na freguesia de Fornelos, em Ponte de Lima, disse a O MINHO fonte do CDOS de Viana do Castelo.

O alerta foi dado cerca das 21:00 horas mobilizando várias corporações do distrito.

Foto: David Raúl / O MINHO

No local estão os Bombeiros de Ponte de Lima, Bombeiros de Viana do Castelo e Bombeiros de Paredes de Coura.

Pelas 21:45, o incêndio ainda se encontra ativo, mas não há registo de que possa estar a ameaçar habitações.

No total estão no combate às chamas 38 bombeiros apoiados por dez viaturas.

Foto: Armando Carriça / O MINHO

Foto: Armando Carriça / O MINHO

Face a já ser noite, o helicóptero não está no teatro de operações.

Pelas 23:00 horas, o incêndio contava com várias frentes em direção a Vila Verde, seguindo disse a O MINHO o comandante dos Bombeiros de Ponte de Lima, Carlos Lima.

 

Continuar a ler

Alto Minho

Covid-19: Ponte da Barca com dois casos ativos, zero óbitos e dez recuperados

Covid-19

em

Foto: Divulgação / CM Ponte da Barca

O concelho de Ponte da Barca, um dos menos afetados pela pandemia de covid-19 em toda a região do Minho, conta atualmente com dois casos ativos da doença, apurou O MINHO junto de fonte local da saúde.

Estes dois casos são trabalhadores estrangeiros que se encontravam no concelho para proceder a trabalhos sazonais de agricultura. Outros dois trabalhadores também estiveram infetados, mas já recuperaram. Um deles veio infetado da região de Lisboa e contagiou os outros três.

O MINHO sabe que o possível surto de covid foi imediatamente controlado, atingindo apenas esses quatro trabalhadores.

O total de casos acumulados desde o início da pandemia no concelho é de doze (sendo que apenas oito são habitantes residentes).

Não há registo de óbitos por covid-19 em Ponte da Barca.

O relatório diário da Direção-Geral da Saúde desta terça-feira, que voltou a divulgar os dados por concelho, indica onze casos acumulados, menos um do que o número apurado por O MINHO.

Covid-19: Mais 6 mortos, 233 infetados e 485 recuperados no país

Portugal regista hoje mais 6 óbitos por covid-19, em relação a segunda-feira, e mais 233 casos de infeção confirmados, 143 dos quais na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo os dados da Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o boletim epidemiológico diário, o total de óbitos por covid-19 desde o início da pandemia é agora de 1.668 e o total de casos confirmados é de 47.051.

Há 31.550 casos recuperados, mais 485.

Continuar a ler

Populares