Seguir o O MINHO

Arcos de Valdevez

Câmara de Arcos de Valdevez abre inquérito a morte por afogamento de funcionário

Vítima procedia a trabalhos de limpeza da praia fluvial da Valeta

em

Foto: DR

O presidente da Câmara de Arcos de Valdevez, João Manuel Esteves, lamentou hoje “profundamente” a morte de um funcionário da autarquia e informou da abertura de um inquérito às causas do afogamento do homem de 57 anos.

O autarca social-democrata informou que, em coordenação com a Autoridade Para as Condições de Trabalho (ACT), vai ser realizado um inquérito para apurar as causas do acidente que vitimou um funcionário da equipa de cantoneiros que, hoje de manhã, procedia a trabalhos de limpeza da praia fluvial da Valeta.

João Manuel Esteves adiantou ter apresentado “as condolências à mulher e à filha do funcionário da autarquia, a quem está a ser prestado todo o apoio psicológico, e será garantido outro apoio que aquelas venham a necessitar”.

Um funcionário da Câmara de Arcos de Valdevez morreu, hoje, afogado no rio Vez quando procedia à limpeza do açude daquele curso de água, disse à Lusa o comandante dos bombeiros locais.

Segundo Filipe Guimarães, o funcionário, de 57 anos “não sabia nadar” e não estava equipado com colete salva vidas, sendo que “também não usava linha de vida”, um equipamento de segurança no trabalho.

“Os colegas aperceberam-se que tinha caído, atiram-se ao rio mas não o conseguiram localizar, porque as águas estavam muito turvas devido aos trabalhos de limpeza em curso”, explicou o comandante dos bombeiros de Arcos de Valdevez.

De acordo com o Filipe Guimarães, o homem, natural da freguesia de Rio Frio trabalhava para a autarquia “há muitos anos”.

O alerta foi dado cerca das 09:57.

Ao local compareceram 11 operacionais e quatro viaturas dos bombeiros, ambulância de Suporte Imediato de Vida e a GNR.

Anúncio

Alto Minho

Vai ser possível fazer Viana-Ponte de Lima-Sistelo por ecovia

Prolongamento da Ecovia do Vez

em

Foto: Divulgação / CM Arcos de Valdevez

A Câmara de Arcos de Valdevez está a executar um novo troço na ecovia, entre Jolda São Paio, no concelho, e as Laranjas, em Ponte de Lima, informou hoje aquela autarquia.

Segundo o município, com aquela intervenção “passará a ser possível percorrer a ecovia de Viana do Castelo até Arcos de Valdevez, passando por Ponte de Lima e chegando até Sistelo”.

Foto: Divulgação / CM Arcos de Valdevez

Com o “prolongamento da ecovia do Vez, e a ligação direta à ecovia de Ponte de Lima, Arcos de Valdevez pretende criar mais um motivo de interesse para quem gosta de passear ou praticar atividades em contacto com a natureza e culturas locais”.

Continuar a ler

Alto Minho

RTP transmite 7 Maravilhas Doces de Portugal em Arcos de Valdevez

Televisão

em

Foto: Divulgação

A vila de Arcos de Valdevez recebe, no próximo domingo, a gala da meia-final do concurso 7 Maravilhas Doces de Portugal, que será transmitida, a partir das 21:00 horas, na RTP.

Com os “Charutos dos Arcos” a serem eleitos o melhor doce do distrito de Viana do Castelo, a iguaria arcuense está, agora, na corrida para a final do concurso, que terá lugar no próximo dia 07 de setembro.

A votação telefónica neste doce, que, neste concurso, é apadrinhado pelo escritor Jacinto Lucas Pires, com ligações familiares àquele concelho do Alto Minho, pode ser feita, entre quinta-feira e sábado, através do número 760 107 003.

No distrito de Braga, o Bolinhol de Vizela foi o vencedor do concurso, tendo sido apurado para pré-finalista.

Os doces de todos os distritos do país a concurso, assim como as regras, podem ser consultados no site do concurso promovido pela RTP em https://7maravilhas.pt/.

Continuar a ler

Arcos de Valdevez

Arcos de Valdevez: Bovinos resgatados na Ecovia do Vez

Em Cabreiro

em

Foto: Filipe Guimarães/Bombeiros de Arcos de Valdevez

Três bovinos foram resgatados na tarde desta quarta-feira na Ecovia do Vez, entre os lugares da Sra. dos Aflitos em Sistelo e S. Sebastião, em Cabreiro, Arcos de Valdevez.

Os animais terão entrado na ecovia e na zona dos passadiços em Cabreiro. A forte inclinação e a chuva tornaram o piso escorregadio o que terá resultado na queda dos animais e consequente imobilização, segundo explica Filipe Guimarães, comandante dos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, responsáveis pelo resgate.

O comandante, na sua publicação na rede social Facebook, alerta os proprietários de animais desta zona que em dias de chuvas evitem o acesso dos animais à ecovia, pois neste local existem algumas ravinas que podem ser fatais aos animais

No local esteve uma viatura daquela corporação e três operacionais.

Continuar a ler

Populares