Braga: Pais voltam a pedir ajuda para pagar terapias de menino de 3 anos com autismo

Tratamentos custam 700 euros por mês

O Alexandre tem três anos, vive em Braga e sofre de autismo. Como tal precisa de tratamentos numa clínica e estes custam 700 euros por mês.

Em 2022, e graças ao apoio de muitos cidadãos anónimos e de empresas, e com a ajuda de O MINHO, os pais, ela com 24 e ele com 26 anos, com outros três filhos, conseguiram angariar o dinheiro necessário para pagar as terapias.

Mas a verba acabou e, em novembro, o último pedido público de fundos reuniu apenas 850 euros, o que não chega para os tratamentos neste ano de 2023.

A mãe, Melanie Fernandes, disse a O MINHO que a Segurança Social só dá apoio se a criança tiver uma Atestado Multiusos, o que não consegue ter porque “as juntas médicas estão mais de um ano atrasadas”. “Uma pescadinha de rabo na boca”, atira.

“Não pedimos ajuda por pedir. Fazemo-lo porque o Estado não cumpre a sua obrigação de apoiar as terapias do nosso filho, o Alexandre, de três anos que necessita de fazer tratamento numa clínica especializada, por sofrer de autismo”, repete a mãe, que reside em Braga.

Por isso, quem quiser ajudar a família, que tem poucos meios pois paga uma renda de 550 euros, pode fazê-lo, através da campanha ‘online’ e pelo e-mail [email protected].

Ainda é possível apoiar através de MBWay (933232350) ou IBAN (PT50 0007 000000 5404 2133 923).

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Hoje há chuva de estrelas. Podem ser mais de 60 por hora

Próximo Artigo

Os números do Euromilhões

Artigos Relacionados
x