Braga dá 50 mil euros aos Encontros da Imagem

O Município de Braga debate e vota esta segunda-feira em reunião do Executivo, uma proposta de Contrato de Dinamização Cultural que inclui um apoio de 50 mil euros à Encontros da Imagem – Associação Cultural para a realização do festival anual “Encontros da Imagem – Festival Internacional de Fotografia e Artes Visuais” e do projeto expositivo da «Galeria da Estação». 

Justificando a proposta, a Autarquia diz que a entidade prossegue uma atividade regular e é instituída com um fim de promoção, divulgação e incentivo à criação artística, formação e desenvolvimento de novos públicos no domínio das Artes Visuais, nomeadamente, na área da fotografia e artes digitais”.

Acrescenta que o seu projeto cultural, contínuo e diferenciador, concretiza-se numa programação regular, dos Encontros da Imagem”e tem como princípio o conferir de uma maior visibilidade e projeção nacional e internacional, à produção artística e cultural local, contribuindo para a dinâmica e desenvolvimento do ecossistema artístico e cultural bracarense.

“O festival “Encontros da Imagem”, na sua 34.ª edição, é um festival de referência a nível nacional e internacional, assumindo especial relevância em termos do reforço e contributo da produção e do consumo cultural na cidade. Este evento, apostando numa programação eclética e diferenciadora, consubstancia-se enquanto plataforma de divulgação de novas produções fotográficas de artistas com trabalhos consolidados no panorama nacional e internacional, a par de contribuir para o desenvolvimento e valorização da cultura fotográfica”.

Galeria da Estação

No mesmo sentido, o projeto “Galeria da Estação – Encontros da Imagem” pretende afirmar-se como um novo espaço expositivo, basilarmente dedicado à fotografia, com uma programação regular, que introduz uma nova dinâmica cultural à cidade, especialmente no intento de conferir uma nova centralidade ao denominado Edifico da Estação enquanto polo cultural”.

A proposta sublinha, ainda, que a sua atividade no domínio artístico tem sido reconhecida pela Direção-Geral das Artes (DGARTES) materializada através da concessão de apoio a projetos apresentados ao abrigo de programas específicos.

Refere, também, que se encontra em consonância com a estratégia de afirmação da cidade de Braga no domínio artístico e cultural, e prossegue os objetivos estratégicos definidos para a cultura e que se encontram explanados na Estratégia Cultural 2030.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Agentes de proteção civil fazem formação conjunta em Melgaço

Próximo Artigo

Jovens filmadas à 'boleia' no metro do Porto

Artigos Relacionados
x