Armas do Ocidente que prometem “virar a guerra a favor da Ucrânia” já chegaram ao terreno

Guerra

As novas armas que chegaram à Ucrânia vindas dos Estados Unidos já estão a fazer a diferença, segundo Volodymyr Zelensky. O país recebeu quatro Himars, mísseis de longo alcance M142, e que “prometem virar a guerra”, em conjunto com outros dispositivos que vieram de outros países.

O presidente da Ucrânia afirmou esta quinta-feira que as armas estão a ser eficazes e que estão a funcionar de forma muito poderosa.

Zelensky disse que os militares foram capazes de atacar “depósitos e outros pontos que são importantes para a logística dos ocupantes” e que isso “reduz significativamente o potencial ofensivo do exército russo”.

A Ucrânia vai receber outras quatro unidades, mas segundo o antigo ministro da Defesa da Ucrânia Andriy Zagorodnyuk, que esteve envolvido nas conversações sobre a aquisição de armas ao Ocidente, o país precisa de dezenas.

Além dos Himars, os ucranianos receberam recentemente howitzers M777, howitzers de César 155 mm da França, múltiplos sistemas de lançamento de mísseis M270 do Reino Unido, e veículos blindados Bushmaster da Austrália.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Dezoito detidos em operação de combate ao tráfico de droga no Grande Porto

Próximo Artigo

Primeiro-ministro do Reino Unido demite-se

Artigos Relacionados
x