Seguir o O MINHO

País

António Costa está “tranquilo” e “expectante” com resultados das legislativas

Eleições Legislativas

em

Foto: Divulgação

O primeiro-ministro e secretário-geral do PS, António Costa, afirmou hoje que está “tranquilo e, naturalmente, expectante” com os resultados das eleições legislativas e apelou ao voto de todos os portugueses nas eleições legislativas para combater a abstenção.

“Estou tranquilo e, naturalmente, expectante. Acho que todos hoje temos curiosidade em saber qual é o resultado final destas eleições”, referiu António Costa aos jornalistas, depois de ter exercido o seu direito de voto na Escola Básica Jorge Barradas, em Benfica, Lisboa.

O primeiro-ministro fez também um apelo a “uma grande participação eleitoral” de todos os cidadãos, esperando que “cada um faça a escolha que, obviamente, deseja fazer”.

“A democracia tem um momento de grande festa, de celebração, que é o momento do ato eleitoral em que cada um tem o seu voto e cada voto pode decidir o nosso futuro”, sublinhou o também secretário-geral socialista, lembrando que houve quem “tivesse lutado muitos anos” para todos poderem “ter a liberdade de poder escolher, ter a liberdade de poder votar”.

Costa referiu que houve “um crescimento muito significativo” do número de eleitores que votaram antecipadamente em mobilidade e também o “enorme aumento” da participação de cidadãos residentes no estrangeiro.

Questionado pelos jornalistas sobre se a campanha eleitoral foi esclarecedora para os portugueses, António Costa referiu que “hoje não é o dia próprio” para falar sobre isso, considerando que no dia das eleições não é o momento para “fazer qualquer tipo de comentário político, de apreciação”.

“Vamos exercer a liberdade, eu já exerci a minha”, finalizou o dirigente socialista, sublinhando a importância de cada eleitor fazer “a escolha da sua livre consciência” porque “cada um dos votos conta, cada um dos votos decide”.

Questionado ainda sobre como vai ocupar o dia antes de seguir para a noite eleitoral, o chefe do Governo confessou que o dia vai ser “um pouco diferente”, uma vez que vai juntamente com a mulher, Fernanda Tadeu, ver os locais que a filha “anda a escolher para casar”.

Mais de 10,8 milhões de eleitores recenseados no território nacional e no estrangeiro são hoje chamados às urnas para escolher a constituição da Assembleia da República na próxima legislatura e de onde sairá o novo Governo.

Esta é a 16.ª vez que os portugueses serão chamados a votar em legislativas, concorrendo a estas eleições um número recorde de forças políticas – 20 partidos e uma coligação – embora apenas 15 se apresentem a todos os círculos eleitorais.

No total, são eleitos 230 deputados numas eleições que, ao longo dos anos, têm vindo a registar um aumento da taxa de abstenção.

Anúncio

País

MP acusa 68 arguidos na operação “Ajuste Secreto”

Informou a Procuradoria-Geral Distrital (PGD) do Porto

em

Foto: DR/Arquivo

O Ministério Público (MP) da Feira deduziu acusação contra 68 arguidos, incluindo dez autarcas e ex-autarcas, quatro clubes desportivos e os seus respetivos presidentes, no âmbito da operação “Ajuste Secreto”, informou hoje a Procuradoria-Geral Distrital (PGD) do Porto.

Numa nota publicada na sua página oficial na Internet, a PGD do Porto indica que por despacho proferido no dia 06 de novembro, o MP acusou 68 arguidos imputando-lhes crimes de corrupção passiva, corrupção ativa, peculato, abuso de poderes, tráfico de influências, falsificação de documentos, violação de segredo, participação económica em negócio e prevaricação.

A operação “Ajuste Secreto” resultou de uma investigação que culminou em junho de 2017 com a detenção de sete pessoas, incluindo o vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol e ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, Hermínio Loureiro.

Após os interrogatórios judiciais, todos os detidos saíram em liberdade, mas seis deles tiveram de pagar cauções entre 15 e 60 mil euros.

A PGD do Porto diz que entre os arguidos estão dez autarcas e ex-autarcas, nove quadros de municípios, quatro clubes desportivos e os seus respetivos presidentes, vinte empresários e doze sociedades comerciais.

Em causa, segundo a Procuradoria, estão factos relativos ao exercício dos municípios de Oliveira de Azeméis, Matosinhos, Gondomar, Estarreja e Albergaria-a-Velha e também à atuação de um quadro da Direção Regional de Economia do Norte.

O MP detetou o uso por alguns dos arguidos, na Câmara de Oliveira de Azeméis, de montantes de fundos de maneio para pagarem os seus almoços e jantares e outros gastos pessoais, bem como as despesas com a sede concelhia de um partido político.

O comunicado da PGD do Porto fala ainda na “viciação de procedimentos concursais” no município de Oliveira de Azeméis e no “uso de influência de elementos do executivo camarário” perante a direção do Instituto do Emprego e Formação Profissional e uma instituição particular de solidariedade social para “concretizar estágio profissional” para os filhos de um simpatizante partidário.

A investigação apurou ainda que entre 2010 e 2015 a Câmara de Oliveira de Azeméis celebrou “sucessivos” contratos por ajuste direto de prestação de serviços “sempre a favor do mesmo beneficiário, que usava para o efeito empresas diversas para formalmente encobrir a violação das regras de contratação pública”.

Entre os factos criminosos estão ainda a realização de obras patrocinadas pela Câmara de Oliveira de Azeméis em instalações desportivas pertença de junta de freguesia, sem qualquer procedimento ao abrigo da contratação pública.

O MP detetou igualmente indícios do favorecimento de um empresário pelas Câmaras de Estarreja, Matosinhos e Gondomar, nos procedimentos de contratação pública de 2016 e 2017, tendo apurado também que a Câmara de Albergaria-a-Velha realizou uma obra particular, em benefício de um munícipe, com os custos “diluídos em empreitada de obras públicas cujo procedimento corria paralelamente”.

A acusação refere ainda que um funcionário da Direção Regional de Economia do Norte terá beneficiado um empresário, entre 2010 a 2017, a troco de vantagens económicas, intercedendo e favorecendo sociedades em processos contraordenacionais e administrativos.

No decurso da operação “Ajuste Secreto” foram realizadas 31 buscas, designadamente a cinco câmaras municipais (Oliveira de Azeméis, Estarreja, Albergaria-a-Velha, Matosinhos e Gondomar) e cinco clubes de futebol, todos do concelho de Oliveira de Azeméis, com a participação de cerca de 90 elementos da PJ e cinco magistrados do Ministério Público.

Continuar a ler

País

Os números do Euromilhões

Sorte

em

Foto: O MINHO

É esta a chave do sorteio do Euromilhões desta terça-feira, 19 de novembro: 8, 10, 15 ,30 e 42 (números) e 4 e 6 (estrelas).

Em jogo para o primeiro prémio está um valor de 123 milhões de euros.

Continuar a ler

País

TAP inaugura três novas ligações para o continente americano em 2020

Com partidas de Lisboa (duas) e Ponta Delgada (uma)

em

Foto: DR

A TAP vai começar a voar, no início de 2020, para três novos destinos no Brasil (Maceió), Canadá (Montreal) e Estados Unidos (Boston), sendo que esta ligação aos EUA será de e a partir de Ponta Delgada.

Em comunicado hoje divulgado, a TAP refere que as três novas ligações vão ao encontro da estratégia da empresa em “apostar fortemente nas Américas” e reforçam “a tendência de forte crescimento da atividade no mercado brasileiro e do Atlântico Norte”.

Com as novas ligações entre Lisboa e Montreal e Ponta Delgada e Boston, a TAP aumenta para 11 as rotas no Atlântico Norte, número que quase quadruplica face às três que registava em 2015.

Citado no comunicado, o presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves, refere que “este é mais um passo importante no plano de diversificação e expansão da rede da companhia, que reforça a sua exposição a novos e menos voláteis mercados”, acrescentando que as 11 rotas no Atlântico Norte estão em linha com o número de rotas com o Brasil.

A nova ligação a Montreal, no Canadá, terá seis frequências semanais, com voos a sair da capital portuguesa todos os dias da semana, exceto às quartas-feiras, cerca das 14:55 horas.

A abertura da rota Ponta Delgada-Boston, vem juntar-se a Lisboa-Boston, fazendo com que a transportadora passe a dispor de duas ligações diretas com cidade ‘hub’ da JetBlue (parceira da TAP), o que lhe permitirá reforçar o número de passageiros provenientes de vários pontos dos EUA.

Com estas novas rotas e outros incrementos na oferta, a TAP estima transportar entre Portugal e o Atlântico Norte mais de 390 mil norte-americanos (85 mil nas duas rotas) no próximo ano.

O comunicado adianta que atualmente a TAP transporta perto de um milhão de passageiros da América do Norte, sendo que este representa já um dos três principais mercados da transportadora.

A ligação a Maceió, que será operada com Airbus 321LR, vai ser a 11.ª da TAP com destino ao Brasil, sendo a primeira vez em cinco anos que a companhia anuncia uma nova rota com destino a este país.

Continuar a ler

Populares