Seguir o O MINHO

Braga

Alunos de 28 universidades coloriram ruas de Braga na abertura do Europeu Universitário de Futsal

Universidades e politécnicos de Alemanha, Croácia, Dinamarca, Espanha, França, Geórgia, Israel, Itália, Noruega e Portugal, entre outros

em

Fotos: SASUM

Depois de ter recebido 7 mil bailarinos para o Campeonato do Mundo de Dança e mais de 1.800 jovens para os Jogos do Eixo Atlântico, Braga deu, esta terça-feira, as boas-vindas a centenas de estudantes de toda a Europa, que, durante uma semana – entre 16 e 23 de julho – irão disputar o Europeu Universitário de Futsal 2019 (EUCFutsal 2019), o primeiro de sempre.

A cerimónia de abertura do evento decorreu na Praça da República em Braga, e, para além dos participantes, juntou centenas de pessoas que não quiseram perder a oficial do grande desportivo internacional que fará da cidade dos arcebispos, também, a capital do Futsal durante os próximos oito dias.

Foto: SASUM

Foto: SASUM

Foto: SASUM

Foto: SASUM

Foto: SASUM

O Presidente do Comité Organizador, Nuno Reis, o presidente da FADU, Daniel Monteiro, o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, o representante da EUSA, Hovhannes Gabrielyan e o Reitor da UMinho, Rui Vieira de Castro, deram as boas-vindas aos atletas provenientes da Alemanha, Croácia, Dinamarca, Espanha, França, Geórgia, Israel, Itália, Noruega e Portugal.

A cerimónia abriu com o hino de Portugal, durante o qual foi hasteada a bandeira nacional. Seguiu-se o desfile das 28 equipas participantes, o qual encerrou com as equipas da universidade organizadora, a UMinho.

Foto: SASUM

Rui Vieira de Castro deu as boas-vindas a todos os participantes, desejando o maior sucesso para o evento. O responsável destacou os vários campeonatos mundiais e europeus que a UMinho tem vindo a organizar ao longo dos últimos anos, salientando a importância do desporto na Academia. “A prática desportiva é uma dimensão essencial da vida comunitária na Universidade do Minho. A Universidade tem dado cada vez mais atenção ao desporto competitivo, que tem visto um crescimento notável nos últimos anos, com o alto nível de competição, indo de mãos dadas com uma base organizacional cada vez mais sólida”, disse. Afirmando que a UMinho está muito satisfeita por receber este primeiro europeu de futsal, transmitiu que tudo será feito “para proporcionar uma excelente experiência desportiva e social a todos os participantes”.

Foto: SASUM

Nuno Reis, Presidente da Associação Académica e do Comité Organizador, foi o primeiro a usar da palavra, salientando o desafio, prestígio e a grande responsabilidade que é organizar esta 12.ª edição do Europeu de Futsal. Nuno Reis afirmou que a organização quer que “todos os participantes se lembrem do evento por muito tempo”, sendo que para além de pretenderem criar uma “experiência desportiva fantástica”, desejam “deixar de prestígio para o ecossistema dos desportos da universidade portuguesa, para o futsal, para a cidade de Braga e para a Universidade do Minho”.

O presidente da FADU saudou todos os participantes, salientando o grande historial de organizações desportivas universitárias internacionais dos organizadores do evento. Realçando a importância do futsal no nosso país, Daniel Monteiro asseverou a sua confiança em mais uma excelente organização, afirmando que “este será certamente um grande evento”.

Foto: SASUM

Ricardo Rio manifestou a “grande honra e satisfação” de Braga ao receber este Europeu de Futsal, declarando ter a “certeza” de que este será um dos melhores campeonatos na história desta competição. Realçando que Braga tem estado na rota dos grandes eventos desportivos nos últimos anos, patenteou que “esta será mais uma excelente oportunidade para mostrar todo o nosso dinamismo”. Apelando a todos para que assistam aos jogos, o presidente do município de Braga disse que terão “a oportunidade de assistir a jogos memoráveis que irão encantar os amantes do futsal”.

O representante da EUSA agradeceu à cidade e à organização por receberem o Europeu, apelando ao “respeito e fairplay” entre todos os participantes.

Após declarado “aberto” o Campeonato, foi hasteada a bandeira da EUSA, a qual descerá e será entregue ao próximo país organizador no final deste.

Competição masculina já arrancou

Foto: SASUM

Conhecidos os grupos masculinos após a realização do sorteio no final da tarde de segunda-feira, a competição teve início esta terça-feira de manhã, tendo sido realizados ao longo do dia sete jogos. Todos os cinco grupos iniciaram a competição, sendo que neste primeiro dia a equipa anfitriã, a UMinho que encabeça o grupo A, ainda não competiu.

Resultados:

Grupo A: Universidade de Reims Champagne Ardenne (França) – Universidade Politécnica Nacional de Lviv (Ucrânia), 5-6

Grupo B: Escola Norueguesa de Economia (Noruega) – Universidade de Camerino (Itália), 2-7

Grupo C: Universidade de Varsóvia (Polónia) – Universidade de Munster (Alemanha),  4-3

Grupo D: Universidade Osijek (Croácia) – Academia de Estudos de Gestão (Israel), 5-1; Universidade Nacional de Karazin Kharkiv  (Ucrânia) – Instituto Politécnico de Leiria (Portugal), 4-3

Grupo E: Universidade Estatal Ivane Javakhishvili Tbilisi (Georgia) – Universidade de Malaga (Espanha), 1-2; Universidade de Coimbra (Portugal) – Universidade de Kiel (Alemanha), 13-1.

A competição feminina arranca na quarta-feira, pelas 12:00 horas, no Altice Fórum Braga e no Pavilhão Municipal de Lamaçães.

As informações sobre o campeonato estão acessíveis em https://futsal2019.eusa.eu/.

Anúncio

Braga

Autocarro larga gasóleo ao longo de vários quilómetros em Braga

Entre a Rodovia e Gualtar

em

Foto: O MINHO

Os Bombeiros Sapadores de Braga foram acionados, ao final da tarde deste sábado, para a limpeza de várias artérias na cidade de Braga, depois de um autocarro ter largado óleo ao longo de vários quilómetros.

Foto: O MINHO

A situação ocorreu entre a Rotunda das Piscinas e a freguesia de Gualtar, com as operações de limpeza a decorrerem até ao princípio da noite.

AAvenida João de XXI, Avenida de João Paulo II, rotundas que dão acesso ao Campus de Gualtar da Universidade do Minho, e estrada municipal que liga Gualtar a Adaúfe, foram as vias afetadas.

Foto: O MINHO

Não há registo de acidentes.

A PSP e GNR registaram a ocorrência.

Continuar a ler

Braga

Tribunal agenda julgamento de gangue que assaltou banco em Braga e vivendas no Minho

Santander paga 100 mil euros a cada um dos lesados de assalto a cofres

em

Foto: O MINHO / Arquivo

O Tribunal de Braga junta, na próxima sexta-feira, para marcar as datas de julgamento, os advogados que intervirão nas audiências do processo que envolve um gangue de Braga suspeito de ter assaltado o banco Santander, em Braga, e várias vivendas na região do Minho.

O advogado João Ferreira Araújo, de Braga, que defende um dos arguidos, disse a O MINHO que o coletivo de juízes da Vara Mista, vai agendar várias datas, de comum acordo com os juristas, de forma a que o julgamento, possa começar em março, o mais tardar.

Entretanto, e conforme O MINHO noticiou, os lesados do assalto ao Santander tiveram uma boa prenda de Natal! O banco indemnizou a maioria dos 43 donos de cofres que foram assaltados, numa dependência em Braga, em junho de 2018.

Alguns, cerca de meia dúzia, que reclamam valores superiores a 100 mil, não aceitaram e prosseguem como assistentes no processo.

Fonte oficial do gabinete de comunicação do Santander adiantou que já houve acordo com cerca de 30 clientes, 75 por cento dos lesados, para o pagamento de até 100 mil euros a cada um.

A entidade bancária aceita como boa a lista que lhe foi entregue pelos clientes que tinham bens, dinheiro, jóias, ou relógios valiosos, em cofres na dependência da Avenida Central.

Dez arguidos

No fim de junho, o Ministério Público de Guimarães acusou dez arguidos, um deles agente da PSP, membros de um gangue que fez uma dezena de assaltos a residências em Braga e no Minho e ao banco Santander, furtando dinheiro e bens que o Ministério Público avalia em 4,7 milhões de euros.

Entre os lesados estão, também, o empresário Domingos Névoa, o cantor limiano Delfim Júnior, e o médico e antigo atleta do SC Braga, Romeu Maia.

Continuar a ler

Braga

Feira dos Vinte, na vila de Prado: Trocar e vender gado desde o século 14

Vila Verde

em

Foto: Divulgação

É já este sábado que arranca a Feira dos Vinte, em Prado, Vila Verde, com duração até dia 20, segunda-feira, dia de São Sebastião.

O destaque desta feira, cujas raízes remontam ao reinado de D. Dinis, no século XIV, assenta na troca e venda de gado cavalar e bovino.

Apresenta-se nos dias de hoje com um programa diversificado que inclui música, gastronomia, espetáculo equestre, concurso pecuário.

Uma diversidade que se estende também ao comércio, com máquinas agrícolas, artigos para o lar, vestuário, calçado, coudelaria, hortícolas, doçaria e diversões para todos os gostos, entre muitos outros.

Este ano, para dar início às festividades, a 18 de janeiro é assinalado o dia das Associações da Freguesia, com animação musical, ‘comes e bebes’ e convívio, na tenda gigante colocada no Largo de S. Sebastião.

Paralelamente, a Confraria Gastronómica das Provas da Feira dos Vinte promove o seu ‘II Capítulo Solene e de Entronização’ de novos confrades.

No domingo, 19 de janeiro, a animação começa pelas 15:00, com o Festival de Folclore, seguido do espetáculo equestre às 17:00.

Às 20:30, tem lugar o Encontro de Reis e a festa continua pela noite dentro com after party a cargo do animador Tosttas.

Nesta noite, decorrem ainda as habituais provas nas tasquinhas e restaurantes locais.

As Papas à Moda dos Vinte estarão disponíveis durante todo o mês de janeiro na Vila de Prado, nos restaurantes aderentes.

O programa para o dia principal, 20 de janeiro, é a feira de gado e o concurso pecuário, com o largo da vila a receber produtores que fazem trocas ou vendas de gado. Durante a manhã, terá ainda lugar a missa e bênção do gado. Há batismo de cavalo e passeios em charrete.

Em Dia de S. Sebastião, várias pessoas aproveitam também para rumar à capela localizada nas imediações do recinto.

Continuar a ler

Populares