“Vou gastar tudo em vinho”. Apoio de 125 euros dá mote a campanha da Adega de Ponte da Barca

E está a dividir opiniões

A Adega de Ponte da Barca e Arcos de Valdevez lançou uma campanha de descontos tendo como mote o apoio de 125 euros que o Governo irá, a partir de 20 outubro, pagar a todos os portugueses, não pensionistas, que recebem menos de 2.700 euros por mês, como medida de combate à inflação.

“Vou gastar tudo em vinho!”, pode ler-se numa montagem de uma nota com o valor de “125 euros”. “Os descontos estão a dar à costa”, acrescenta a publicação.

A campanha tem gerado opinião diversas. Nos comentários da publicação tanto há quem não poupe em elogios, mas também quem critique veementemente.

“Devo dizer que a equipa de marketing merecia um Oscar! Muito bom”, escreve um dos vários utilizadores que elogiam a iniciativa.

Outros consideram a campanha “simplesmente vergonhosa”. “Num país que lidera o ranking mundial do consumo de vinho, onde cada português em média consome 51,9 l de vinho/ano, apelar para que um subsídio que visa compensar as famílias a atravessar o momento de crise que assolou o mundo, seja gasto em vinho, é no mínimo falta de bom senso, pra não dizer coisas mais graves”, escreve um utilizador.

“Há que tirar o pão às crianças e vender o vinho aos pais. Vergonhoso”, acrescenta outro.

Mas em resposta aos comentários negativos, há outro internauta que afirma: “Isto é sarcástico, mais houvesse com esta iniciativa e talvez houvesse mais respeito pelo povo”.

Portanto, elogiada ou criticada, certo é que a campanha parece não deixar ninguém indiferente.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Hospital de Guimarães quer os bebés a mamar até aos três anos

Próximo Artigo

Associação Empresarial de Braga pede medidas "excecionais" devido ao aumento do custo da energia

Artigos Relacionados
x