Seguir o O MINHO

Futebol

Vitória assegura jovem médio do Sporting

Mercado de transferências

em

Foto: Divulgação / Vitória SC

O médio Miguel Luís transferiu-se hoje do Sporting, emblema da I Liga portuguesa de futebol que representava há 11 anos, para o Vitória SC, clube que anunciou a sua contratação três épocas, com mais duas de opção.


O clube de Guimarães informou ainda, na nota publicada no sítio oficial, que passou a deter 50% dos direitos económicos do internacional português sub-21, após uma transferência que “não envolveu custos”.

O futebolista, de 21 anos, vai prosseguir a carreira em Guimarães, depois de ter cumprido quase toda a formação pelo clube de Alvalade, de ter subido à equipa B ‘leonina’ na época 2017/18, tendo realizado 15 jogos na II Liga, e de ter competido pela formação principal ‘verde e branca’ nas duas últimas temporadas.

Miguel Luís apontou dois golos em 14 jogos oficiais pela equipa principal do Sporting durante a época 2018/19, tendo participado nas conquistas da Taça de Portugal e da Taça da Liga, e perdeu espaço no plantel em 2019/20, ao contabilizar apenas sete partidas, todas realizadas entre setembro e dezembro de 2019.

Natural de Coimbra, o médio tem sido presença regular nas seleções jovens portuguesas e sagrou-se campeão europeu sub-17, em 2016, numa prova decorrida no Azerbaijão, e de sub-19, em 2018, na Finlândia.

O jogador é o 17.º reforço do Vitória SC, atual oitavo classificado da I Liga, com quatro pontos ao cabo de três jogos, no mercado de transferências em curso, que encerra hoje.

Anúncio

Futebol

Gaitán quer os três pontos frente ao Benfica

Nico Gaitán

em

Foto: SC Braga

Declarações após o jogo da terceira jornada do grupo G da Liga Europa de futebol entre Leicester e SC Braga, que hoje decorreu em Leicester, Inglaterra (4-0).

Gaitán (jogador do SC Braga, à Sportv): “Depois do jogo na Ucrânia [vitória 2-1 sobre o Zorya] não éramos a melhor equipa do mundo e agora não somos a pior. Jogámos de três em três dias e, no domingo, temos já um jogo importante.

Com o Benfica vai ser um jogo disputado, temos uma equipa muito competitiva. Vai ser um jogo para disputar os três pontos, como são todos os outros. Agora defendo a camisola do Braga e, como fiz em todas as equipas que joguei, vou dar tudo para ajudar”.

Matheus (jogador do SC Braga, à Sportv): “Foi um jogo difícil, não só para mim, mas para a equipa. Agora, é aprender com os erros e concentrar porque no do domingo temos um grande jogo pela frente.

Não deixa marca nenhuma, são ligas diferentes, agora é mudar o chip o mais rapidamente possível”.

Continuar a ler

Futebol

“Sabemos perfeitamente o que aconteceu [frente ao Leicester]”

Carlos Carvalhal

em

Foto: SC Braga

Declarações após o jogo da terceira jornada do grupo G da Liga Europa de futebol entre Leicester e SC Braga, que hoje decorreu em Leicester, Inglaterra (4-0).

Carlos Carvalhal (treinador do SC Braga): “Vimos num contexto de jogos de três em três dias, muito intensos, e chegámos a este jogo a ter de gerir a equipa. A primeira parte foi dividida, o golo [do Leicester] foi com alguma felicidade. Na segunda parte, a intenção era reverter o resultado, mas a equipa sofreu um golpe muito forte com aquele golo logo aos dois minutos da segunda parte, isso foi terrível. Defrontámos um adversário muito forte, a equipa começou a abrir-se e eles exploraram essas fragilidades de uma equipa que estava algo desgastada. Aquele segundo golo teve um impacto muito grande na cabeça dos meus jogadores e não tivemos capacidade de reagir.

Não tem peso nenhum [para o jogo com o Benfica], tem o peso numa competição em que temos seis pontos, e agora vamos para outra diferente. Relativizamos as coisas, já falámos no balneário e focamo-nos num jogo de cada vez. Sabemos perfeitamente o que aconteceu, que perdemos a organização com o segundo golo e, no domingo, mas vamos estar preparados e a top no domingo”.

 

Continuar a ler

Futebol

SC Braga goleado em Inglaterra

Liga Europa

em

Foto: DR

O SC Braga foi hoje goleado em Inglaterra pelo Leicester, 4-0, na terceira jornada do grupo G da Liga Europa de futebol, num jogo em que os minhotos pagaram caro a ‘revolução’ na equipa.

O ponta-de-lança nigeriano Iheanacho marcou os primeiros golos (20 e 47 minutos), Praet fez o terceiro aos 67 e Maddison fechou a conta aos 78, interrompendo a série de seis jogos seguidos a ganhar dos minhotos (campeonato e Liga Europa) e isolando a equipa inglesa na frente do grupo, com nove pontos, contra seis do Braga.

Com um ciclo muito intenso de jogos e uma importante deslocação à Luz para defrontar o Benfica, no domingo, Carlos Carvalhal fez várias alterações, mas a equipa deu uma péssima resposta, sobretudo na segunda parte, em que foi quase ‘atropelada’ pelo atual segundo classificado da Premier League.

Sem Fransérgio, que testou positivo para o novo coronavírus, e Ricardo Horta, lesionado, o técnico renovou todo o meio-campo, com Al Musrati, João Novais e André Horta. David Carmo voltou ao eixo defensivo e Abel Ruiz foi titular na frente de ataque.

No Leicester, destaque para o goleador e internacional inglês Jamie Vardy ou o médio francês Mendy não terem saído do banco de suplentes.

A primeira parte foi jogada a um ritmo não muito intenso, mas com sinal mais do Leicester e o primeiro golo surgiu aos 20 minutos, com o avançado Iheanacho a ter alguma sorte no ressalto perante Matheus, mas também a beneficiar da passividade dos centrais David Carmo e Bruno Viana.

Os bracarenses criaram duas ocasiões de algum perigo, mas Bruno Viana cabeceou à figura de Kasper Schmeichel após um canto e, na segunda, Paulinho rematou no ar após um grande passe de João Novais (26 e 37).

Seria mesmo o Leicester a estar mais perto do segundo, mas Matheus, com uma grande defesa, impediu-o após remate de Maddison (45+1).

A segunda parte começou praticamente com o segundo golo do Leicester, com Iheanacho a ter fortuna no remate forte de fora da área porque a bola bateu nas costas de Bruno Viana e traiu Matheus (47).

Cinco minutos depois, Abel Ruiz desperdiçou a melhor ocasião dos bracarenses em todo o jogo, após passe de Galeno, mas depois dessa chance a equipa desapareceu.

O Leicester aproveitava os muitos passes falhados do Braga e, já depois de Iheanacho ter ameaçado novamente o guarda-redes dos ‘arsenalistas’ (53), foi Praet, a passe do avançado nigeriano, a ter só de encostar.

Aos 78 minutos, Maddison fechou a goleada por entre uns centrais de ‘manteiga’ dos bracarenses.

Dentro de três semanas, a 26 deste mês (17:55), é a vez do Sporting de Braga receber o Leicester, na quarta jornada do grupo G.

Ficha de Jogo

Estádio do Leicester City.

Leicester – SC Braga, 4-0.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Kelechi Iheanacho, 20 minutos.

2-0, Kelechi Iheanacho, 47.

3-0, Dennis Praet, 67.

4-0, James Maddison, 78.

Equipas:

– Leicester: Kaisper Schmeichel, James Justin, Wesley Fofana, Christian Fuchs, Marc Albrighton (Wes Morgan, 62), Youri Tielemans (Harvey Barnes, 72), Hamza Choudhury, Luke Thomas, Cengiz Under (Dennis Praet, 62), James Maddison e Kelechi Iheanacho (Ayoze Pérez, 72).

(Suplentes: Danny Ward, Eldin Jakupovic, Wes Morgan, Harvey Barnes, Nampalys Mendy, Dennis Praet, Ethan Fitzhugh, Thakgalo Khanya Leshabela, Ayoze Pérez e Jamie Vardy).

Treinador: Brendan Rodgers.

– SC Braga: Matheus, Bruno Viana, David Carmo, Raul Silva, Esgaio, Al Musrati (Castro, 71), João Novais, André Horta (Iuri Medeiros, 62), Galeno (Moura, 71), Abel Ruiz (Schettine, 62) e Paulinho (Gaitán, 71).

(Suplentes: Tiago Sá, Rogério, Zé Carlos, Tormena, Sequeira, Rolando, Castro, Moura, Iuri Medeiros, Hernâni, Gaitán e Schettine).

Treinador: Carlos Carvalhal.

Árbitro: Bas Nijhuis (Holanda).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Marc Albrighton (43), Esgaio (45+2), Kelechi Iheanacho (69), David Carmo (90).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

Continuar a ler

Populares