Seguir o O MINHO

Barcelos

“Vice” da Câmara de Barcelos deseja que presidente preso regresse rapidamente

No âmbito da Operação Teia

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

A vice-presidente da Câmara de Barcelos, Armandina Saleiro (PS), manifestou hoje solidariedade com o presidente, Miguel Costa Gomes, que está em prisão domiciliária, e disse desejar que ele regresse ao executivo “o mais rapidamente possível”.

Em declarações aos jornalistas no final da primeira reunião de câmara pós-prisão domiciliária do presidente, Armandina Saleiro afirmou ainda que a gestão do município não fica em causa com esta situação.

“Vamos aguardar com serenidade o desfecho desta situação. Estamos aqui solidários também com o senhor presidente e com esta questão, e estamos a dar o melhor para que o município não pare”, referiu.

Em 03 de junho, o Tribunal de Instrução Criminal do Porto aplicou prisão domiciliária, com vigilância eletrónica, ao presidente da Câmara de Barcelos, no âmbito da operação “Teia”.

Costa Gomes ficou ainda proibido de contactar com os funcionários da câmara.

O autarca está indiciado dos crimes de corrupção passiva e de prevaricação.

O seu advogado, Nuno Cerejeira Namora, já disse que o presidente da câmara se vai manter “em plenas funções”.

Entretanto, o advogado pediu ao juiz de instrução para clarificar o alcance do termo “funcionários”, para saber se a restrição de contactos de Costa Gomes se estende a vereadores, adjuntos e chefes de gabinete do município.

Enquanto espera por essa clarificação, Costa Gomes pediu a sua substituição no executivo, por um período de 29 dias.

A partir daí, decidirá se se mantém em funções ou se renuncia ao cargo.

Hoje, no final da reunião da Câmara de Barcelos, no distrito de Braga, a presidente em exercício disse esperar que “a justiça seja feita”.

“Aguardamos que a justiça seja feita e que o senhor presidente regresse o mais rapidamente possível”, afirmou.

O PSD, por seu lado, instou a maioria socialista a encontrar “muito rapidamente uma solução estável” para a governabilidade do município.

“A situação é grave, coloca Barcelos nos holofotes da comunicação social e não pelos melhores motivos”, afirmou o vereador social-democrata Mário Constantino, acrescentando que a maioria socialista “não pode adiar ‘ad eternum’” a clarificação.

Na operação “Teia”, e além de Costa Gomes, são ainda arguidos o entretanto demissionário presidente da Câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto (PS), que ficou em liberdade mediante o pagamento de uma caução de 40 mil euros, e a mulher, a empresária Manuela Couto, que ficou em prisão domiciliária.

O outro arguido é o ex-presidente do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto Laranja Pontes, que também ficou em liberdade mediante caução de 20 mil euros e com suspensão das funções que exercia. Laranja Pontes passou entretanto à situação de reforma.

O processo está relacionado com alegados favorecimentos às empresas de Manuela Couto por parte do município de Barcelos e do IPO, a troco de favores políticos conseguidos por Joaquim Couto.

Anúncio

Barcelos

Detido suspeito de furtos em máquinas de tabaco em Barcelos

Pela GNR

em

Foto: DR / Arquivo

A GNR deteve hoje, em Barcelos um homem de 44 anos suspeito de furtos em estabelecimentos de restauração e bebidas, sendo os alvos as máquinas de tabaco, anunciou aquela força.

Em comunicado, a GNR refere que a detenção ocorreu na sequência de uma investigação que decorria há dois meses.

“Os militares apuraram que, através do arrombamento de uma porta ou janela, o indivíduo introduzia-se nos estabelecimentos e, com o auxílio de um berbequim elétrico, abria a máquina de tabaco”, acrescenta.

O suspeito foi detido em flagrante delito, tendo ainda sido efetuada uma busca ao veículo que utilizava para se deslocar.

A operação resultou na apreensão de 220 maços de tabaco, uma faca, um berbequim elétrico com uma broca e outras ferramentas utilizadas nos furtos, além de 98 euros.

O detido, com antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime, vai ser presente hoje no Tribunal Judicial de Barcelos.

Continuar a ler

Barcelos

“Here you go”: Barcelenses Sensible Soccers no cartaz do festival holandês Eurosonic

Escolha foi feita pela rádio portuguesa Antena 3

em

Foto: Facebook de ESNS (2013)

Os barcelenses Sensible Soccers vão atuar em janeiro no festival Eurosonic Noorderslag, em Groningen, na Holanda, foi anunciado, na terça-feira.

A organização anunciou, no ‘site’ oficial, as primeiras 33 bandas e artistas do cartaz, escolhidas por várias rádios nacionais europeias. Em Portugal, a escolha cabe à Antena 3. Além disso, foi anunciada a presença de quatro artistas e bandas da Suíça, o país em foco na edição de 2020.

OS Sensible Soccers, de Barcelos, editaram em março deste ano o terceiro álbum, “Aurora”. Em edição de autor com o apoio da GDA, “Aurora” foi gravado em residência na Casa do Soto, em Arouca.

Os Sensible Soccers, cuja discografia inclui ainda “8” e “Villa Soledade”, são Hugo Gomes (teclados), Manuel Justo (teclados e sintetizador) e André Simão (baixo e ‘drumpads’).

Continuar a ler

Barcelos

Prisão preventiva para homem que roubou dois anéis de ouro a idosa em Barcelos

Foram detidas outras duas mulheres e identificada uma criança de 10 anos

em

Foto: Ilustrativa / DR

Um juiz de instrução criminal no Tribunal de Guimarães aplicou prisão preventiva a um homem de 58 anos detido na segunda-feira por roubo de dois anéis de ouro a uma idosa em Barcelos, anunciou hoje a GNR.

Em comunicado, a GNR acrescenta que o juiz aplicou apresentações diárias no posto policial da sua área de residência a duas mulheres, de 40 e 18 anos, também detidas pelo mesmo crime.

No processo, a GNR identificou um menor de 10 anos que acompanhava os suspeitos e que foi entregue a um familiar, tendo os factos sido comunicados à Comissão de Proteção de Crianças e Jovens da Maia.

A GNR recuperou os dois anéis de ouro que tinham sido roubados à idosa, de 82 anos, bem como apreendeu 210 euros, uma nota de penhora no valor de 385 euros e um veículo.

Continuar a ler

Populares