Seguir o O MINHO
[the_ad id='438601']

Alto Minho

Vem aí 12 novos trilhos pedestres na Peneda-Gerês

Melgaço lança concurso público de meio milhão de euros

em

Foto: Divulgação / cevide.pt

O Município de Melgaço lançou hoje o concurso público para a criação de uma rede municipal de trilhos pedestres e cicláveis num valor a rondar o meio milhão de euros.

Os doze percursos estarão interligados entre si e irão funcionar como uma rede viária pedonal/ciclável que ligará toda a paisagem natural e humanizada do concelho.

O projeto, ‘Walking & Cycling Melgaço’, prevê que os percursos liguem a zona ribeirinha, junto ao rio Minho, passando pela pré-montanha ou meia encosta até às zonas mais altas de montanha bem no coração do Parque Nacional da Peneda-Gerês, num total de cerca de 150 quilómetros de trilhos.

O projeto contempla também ligações à vizinha Galiza, tanto na zona ribeirinha no vale do rio Minho e vale do rio Trancoso, mas também na zona de montanha, concretamente em Castro Laboreiro na fronteira da ameijoeira e no planalto de Castro Laboreiro.

Os trilhos abrangem as freguesias de Cristoval, Gave, União das Freguesias de Castro Laboreiro e Lamas de Mouro e União das Freguesias de Parada do Monte e Cubalhão.

Com custo total elegível de 500 mil euros foi objeto de candidatura com vista ao seu cofinanciamento pelo programa VALORIZAR, no valor de 400 mil, promovido pelo Turismo de Portugal.

Os 12 percursos:

Nº 1 – Lamas de Mouro – Cevide

Nº 2 – Interpretativo Lamas de Mouro

Nº 3 – Castro Laboreiro – Lamas de Mouro

Nº 4 – Interpretativo de Castro Laboreiro

Nº 5 – Megalitismo de Castro Laboreiro

Nº 6 – Trilho Castrejo

Nº 7 – Inverneiras de Castro Laboreiro

Nº 8 – Lamas de Mouro – Dorna

Nº 9 – Lamas de Mouro – Parada do Monte

Nº 10 – Brandeiro

Nº 11 – Vale Glaciar do Vez

Nº 12 – Branda da Aveleira

Populares