Seguir o O MINHO

Braga

UMinho cria plataforma gratuita de autoavaliação da dor crónica

Saúde

em

Foto: DR / Arquivo

O Centro de Medicina Digital P5 da Escola de Medicina da Universidade do Minho (UMinho) lançou uma plataforma gratuita de autoavaliação da dor crónica, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a UMinho sublinha que se trata de uma ferramenta “única em Portugal”, desenvolvida por uma equipa multidisciplinar da Escola de Medicina, para ajudar a identificar situações que possam beneficiar de encaminhamento para os cuidados de saúde ou aconselhar a marcação de uma consulta.

A plataforma é gratuita e está disponível em https://www.p5.pt/unidade-digital-de-aconselhamento-em-dor-cronica/.

O lançamento desta plataforma coincide com a celebração dos Dias Nacionais da Luta contra a Dor, que se assinalam hoje e sábado.

Além da plataforma de autoavaliação gratuita, o P5 lançou ainda um programa de monitorização, que será um “módulo essencial” na gestão da dor crónica, na criação de estratégias individuais para o seu combate e ainda na melhoria da qualidade de vida de cada paciente.

No futuro, será também disponibilizado um programa de consultoria para profissionais de saúde e cuidadores, centralizando informação e fornecendo formação especializada no campo da dor crónica.

O Centro de Medicina Digital P5 tem-se destacado, desde a sua criação, na disponibilização de soluções digitais, numa lógica de proximidade com as populações, através de telemedicina, mas também de programas gratuitos de avaliação de saúde mental ou, durante a pandemia, com a criação de um serviço gratuito de psicologia e psiquiatria para profissionais de saúde.

Populares