Seguir o O MINHO

Braga

Turistas perdidos no Gerês foram multados por furarem confinamento

Resgate

em

Foto: Bombeiros de Terras de Bouro

Os três cidadãos espanhóis e um francês resgatados na noite de sábado para domingo, na Serra do Gerês, terão violado as regras de confinamento impostas pelo Governo, uma vez que moram e trabalham na cidade do Porto mas foram encontrados em Terras de Bouro durante o período onde a circulação entre concelhos estava restrita.

As vítimas não tinham motivos profissionais ou outras razões que justificassem a presença no Gerês, segundo apurou o MINHO, junto de fonte oficial da GNR.

A mesma fonte disse ao nosso jornal que todos os quatro indivíduos foram autuados pela inobservância de cumprimento do dever de recolhimento domiciliário e da proibição de circulação entre concelhos, pelo que as multas podem ir de 100 euros (caso se prove que se tratou de negligência) a 200 euros, caso se trate de dolo consciente.

De acordo com a GNR, o facto de se tratarem de cidadãos estrangeiros poderá servir de atenuante durante a fase de inquérito, uma vez que podem alegar desconhecer as regras de confinamento em Portugal.

Tal como O MINHO noticiou em primeira mão, o grupo de estrangeiros, duas mulheres e dois homens, dos quais três de nacionalidade espanhola e um de naturalidade francesa, com idades entre cerca de 30 e 45 anos, pretendiam visitar a chamada Lagoa Azul, quando se perderam num dos pontos mais altos da serra do Gerês, já perto da Cabana de Arrocela.

Ao final da tarde deste sábado, com a escuridão e o frio a fazerem-se sentir, os casais chamaram as autoridades, a partir dos telemóveis, refugiando-se na Cabana de Arrocela, que outrora era utilizada pelos pastores das vezeiras, até que pelas coordenadas de GPS foram logo localizados, segundo explicou a O MINHO o comandante dos Bombeiros de Terras de Bouro, José Amaro.

A operação demorou mais tempo, esta madrugada, devido à dificuldade em caminhar, especialmente durante a noite, tendo as equipas de busca e resgate saído com o grupo, são e salvo, pela zona da Ponte do Arado, na localidade de Ermida, da freguesia de Vilar da Veiga, no concelho de Terras de Bouro, levados até ao seu automóvel.

Vários militares e bombeiros estiveram envolvidos nas buscas, apoiando as Equipas de Busca e Resgate em Montanha, a dos Bombeiros Voluntários de Terras de Bouro e igualmente a da Unidade de Emergência de Proteção e Socorro (UEPS).

Populares