Seguir o O MINHO

Ave

Tribunal de Cabeceiras de Basto rejeita candidatura independente

em

Tribunal de Cabeceiras de Basto

O Tribunal de Cabeceiras de Basto, distrito de Braga, rejeitou as listas da candidatura “Independentes por Cabeceiras” aos órgãos autárquicos daquele concelho por considerar “haver irregularidades”, revelou o líder do movimento, Jorge Machado.

Segundo o candidato, antigo dirigente socialista de Cabeceiras de Basto, o tribunal levou em conta o pedido de impugnação apresentado pelo mandatário do PS que, “entre vários argumentos”, alegava que na recolha de proposituras “constava apenas a identificação do cabeça de lista” e não a lista completa.

A juíza levou em conta e considerou válido o argumento a propósito da recolha de proposituras, alegando que as nossas proposituras continham apenas a identificação do cabeça de lista e não a lista completa como ela entende que devia acontecer e por isso considerou haver irregularidades. E achou que isso era motivo suficiente para excluir as listas“, explicou o agora independente.

“Recebemos esta decisão com muito espanto, mas vamos recorrer. Temos 48 horas para contestar e já estamos a trabalhar nisso”, garantiu.

Quando ao pedido de impugnação apresentado pelo PS, Jorge Machado considerou que “é uma tentativa de ganhar na secretaria sem se ir a jogo no campo”.

“Achamos que o pedido de impugnação não tem fundamento. O que se trata aqui é de eleições e não de conflitos jurídicos e são os votos que deviam prevalecer”, disse.

 

 

Anúncio

Ave

Utente agressivo detido no Hospital de Famalicão

Agressões

em

Foto: Ilustrativa / O MINHO

A PSP anunciou hoje a detenção de um homem de 42 anos por comportamento agressivo e injurioso contra a equipa médica do hospital de Famalicão e contra agentes daquela força.

Em comunicado, a PSP refere que os factos ocorreram pelas 23:00 de sábado, quando recebeu uma chamada de que o suspeito se encontrava a “perturbar” o normal funcionamento do serviço de urgências, “mantendo sempre um comportamento agressivo e injurioso contra a equipa médica”.

Após ter tido alta hospitalar, o suspeito não abandonou o local, “mantendo um comportamento agressivo perante todos as pessoas que se encontravam no local”.

“No decorrer da ação policial, e após tentativa de sensibilização por parte dos elementos policiais no sentido de abandonar o espaço, o suspeito recusou-se, mantendo um comportamento agressivo e proferindo várias ameaças aos agentes”, acrescenta o comunicado.

Continuar a ler

Guimarães

Grupo têxtil doa 50 mil euros ao Hospital de Guimarães para compra de equipamentos

Covid-19

em

Foto: Jornal T

O grupo têxtil Endutex, sediado em Santo Tirso, doou 50 mil euros ao Hospital da Senhora da Oliveira, de forma a adquirir equipamentos de proteção para os profissionais de saúde.

Em declarações ao Guimarães Digital, do Grupo Santiago, o presidente do grupo, Vítor Abreu, destaca os “briosos profissionais” da unidade hospitalar, e que estes sabem que rumo dar ao dinheiro.

Esta oferta, refere a mesma fonte, resulta do sentido de responsabilidade social “que as empresas devem ter”.

“Era impossível não percebermos os tempos dramáticos que estamos a atravessar que, espero sejamos capazes de ultrapassar rapidamente, e, por isso, os accionistas aceitaram fazer esta doação”, disse.

O grupo tem participações no Brasil, Espanha, Alemanha, República Checa, Polónia e Estados Unidos da América.

Foi notícia recentemente por pretender abrir um hotel na cidade de Braga.

Continuar a ler

Guimarães

Junta de freguesia angaria viseiras e máscaras para instituições de Guimarães

Covid-19

em

Foto: Divulgação

O Grupo de Apoio Social na Margem do Ave (GASMAVE), uma associação da União de Freguesias de Briteiros Santo Estévão e Donim, no concelho de Guimarães, angariou viseiras e máscaras junto de empresas da região para proteger instituições do concelho.

Em nota enviada à imprensa, a autarquia revela que foram várias as empresas “parceiras” que se disponibilizaram para que o material fosse angariado e cedido a instituições como o Centro de Saúde das Taipas e Briteiros, o Lar de Donim da Misericórdia de Guimarães, a APCG e a Poberello.

“Desta forma a GASMAVE procura continuar o seu contributo para o esforço coletivo de combate à pandemia do novo coronavírus, uma iniciativa só possível pela parceria de empresas como a Embalacut”, refere a mesma nota.

O concelho de Guimarães é o segundo mais afetado pela pandemia Covid-19 na região do Minho, com 70 casos já confirmados oficialmente pela Direção-Geral de Saúde, no boletim de domingo.

Continuar a ler

Populares