Seguir o O MINHO

Braga

Suspeito de matar utente de lar em Vila Verde internado em ala psiquiátrica prisional

Crime

em

Foto: O MINHO

O homem de 67 anos suspeito de ter matado um colega de quarto num lar de idosos em Vila Verde foi transferido para a ala psiquiátrica da prisão de Santa Cruz do Bispo, após decisão tomada esta quarta-feira por um juiz do Tribunal de Guimarães.

O homem que, sabe O MINHO, tem historial de doença mental, terá fatalmente estrangulado/asfixiado Fernando Cerqueira, de 62 anos, na noite de terça-feira, no lar da Santa Casa da Misericórdia de Vila Verde situado em Valbom (São Pedro).

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve um homem de 67 anos suspeito de ter matado outro utente, de 62 anos, do lar da Misericórdia de Vila Verde na freguesia de Valbom S. Pedro, na noite de terça-feira. Em comunicado, a PJ adianta que a vítima foi estrangulada ou asfixiada.

Em comunicado, a PJ refere que a detenção ocorreu “fora de flagrante delito e que suspeito está indiciado pela “prática de um crime de homicídio qualificado”.

O agressor a vítima eram utentes do lar e partilhavam o mesmo quarto. “Por motivos não apurados, o presumível autor terá estrangulado e/ou asfixiado a vítima, assim lhe provocando a morte”, explica a PJ. Fonte policial disse a O MINHO que só a autópsia poderá revelar de que forma a vítima foi estrangulada/asfixiada, embora “haja suspeitas”.

O Jornal de Notícias refere que terá sido com um cabo elétrico e o Correio da Manhã acrescenta que também terá sido asfixiado com uma almofada.

A vítima encontrava-se acamada.

Fonte ligada à investigação disse a O MINHO que são desconhecidas desavenças anteriores entre a vítima e o agressor.

Ao que O MINHO apurou entretanto, o agressor sofre de doença mental.

“Após comunicação a esta Polícia, foram desencadeadas de imediato diligências de investigação para recolha de elementos de prova, as quais viriam a culminar na detenção do suspeito”, refere o comunicado da PJ, dando conta de que o detido vai ser presente às autoridades judiciárias competentes no Tribunal de Guimarães, para primeiro interrogatório judicial de arguido detido e eventual aplicação de medidas de coação.

Como O MINHO noticiou em primeira mão, o homicídio aconteceu na noite de terça-feira, tendo o alerta sido dado pelas 22:23.

Os Bombeiros de Vila Verde prestaram socorro no local, bem como a VMER de Braga.

No local estiveram também psicólogos do INEM.

A GNR tomou conta da ocorrência na primeira fase, mas a investigação passou para a alçada da PJ, uma vez que se trata de homicídio.

Populares