Seguir o O MINHO

Atletismo

S. Silvestre de Braga corre-se domingo com atletas de 17 nacionalidades

Inscrições ainda estão abertas.

em

Foto: Divulgação / CM Braga (Arquivo)

A S. Silvestre de Braga é um marco desportivo para a cidade e um evento extremamente importante a nível económico e turístico. As palavras são de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, e foram proferidas durante a apresentação da 41.ª edição da prova, que sai para a estrada já no próximo domingo, dia 16 de dezembro, e onde são esperados milhares de participantes, segundo nota de imprensa enviada a O MINHO.

Foto: Divulgação

“Esta prova é a reafirmação de um momento que marca o calendário desportivo do concelho. A S. Silvestre de Braga é já um momento alto na vida da cidade e assume um papel relevante a nível económico e turístico, uma vez que atrai cada vez mais participantes de todos os pontos do país e até de outras nacionalidades”, referiu o Autarca, acrescentando que esta será “a melhor forma de finalizar um ano especial para Braga e para a programação da Cidade Europeia do Desporto”.

Até ao momento, estão inscritos atletas de 17 nacionalidades diferentes, e a organização espera atingir um novo recorde de participantes, uma vez que, é referido naquela nota, são cada vez mais os bracarenses a adoptarem a actividade desportiva como prática habitual no seu quotidiano.

“A marcha e corrida é algo que está completamente entranhado na generalidade da população bracarense. Actualmente vemos pessoas de todas as idades e que nunca tiveram uma prática desportiva regular, a praticarem desporto nas ruas da cidade e isso deixa-nos extremamente orgulhosos”, concluiu Ricardo Rio, apelando à compreensão dos bracarenses para os eventuais constrangimentos que uma prova desta natureza provoca.

Já Sameiro Araújo, vereadora do Desporto do Município de Braga, destacou a enorme adesão que esta prova tem merecido por parte do bracarenses, mas também de participantes provenientes de outras localidades.

“Desde 2013 que temos vindo a aumentar o número de participantes ao ponto desta prova se afirmar no calendário desportivo nacional. Neste ano tão especial para Braga, tenho a certeza que os bracarenses vão aderir em massa e fazer deste momento uma festa do Desporto”, referiu.

Organizada em parceria com a Runporto, a São Silvestre de Braga irá contar com uma prova cronometrada de 10 quilómetros e uma caminhada de 5,7 quilómetros, sem fins competitivos. Com partida e chegada na Avenida Central, a prova percorre as ruas do centro histórico de Braga, numa altura em que a cidade está ornamentada e iluminada pelas decorações de Natal.

Foto: Divulgação

A competição contará com um grupo de atletas de elite dos quais se destacam Mihail Lalev (SC Braga), Rui Pedro Silva (Sporting), Daniel Pinheiro (S. Salvador do Campo), Filomena Costa (ACD Jardim da Serra), Marta Martins (SC Braga), ou Carlos Costa (S. Salvador do Campo), José Moreira (Sporting) e Emília Pisoeiro (Recreio Desportivo de Águeda).

As inscrições ainda decorrem online, no site da Runporto, sendo possível efectuar inscrições de última hora até sábado, dia 15, nas instalações do Inatel de Braga O levantamento dos kits de participante poderá ser feito a partir de Sábado, entre as 14:00 e as 19:00 horas e no domingo, dia da prova, entre as 10:00 e as 18:00, também nas instalações do Inatel de Braga.

Anúncio

Atletismo

São Silvestre de Braga nas ruas a 22 de dezembro

Pedro Paula é “cabeça de cartaz”

em

Foto: Divulgação

Em vésperas de quadra natalícia, a S. Silvestre de Braga vai para a estrada dia 22 de dezembro, anunciou a organização. A partida está marcada para as 19:00 na Praça da República.

A corrida será apresentada na próxima segunda-feira, pelas 15:00, no Salão Nobre da Câmara de Braga, com todos os detalhes para a edição deste ano.

Paulo Paula é cabeça de cartaz

Paulo Paula (Run Tejo) é um dos principais fundistas brasileiros, finalista nos Jogos Olímpicos de Londres (2012), atleta da lista Gold Label da IAAF, finalista mundial em Moscovo (2013), 15º classificado nos JO do Rio (2016) e 6º na Maratona de Fukuoka (2015), entre outros lugares de mérito.

O atleta brasileiro é a primeira confirmação para a corrida de 10 km e vai tentar alcançar o primeiro lugar do pódio. Rui Pedro Silva, Sporting CP, foi o grande vencedor da prova em 2018 e Emília Pisoeiro (Recreio Desportivo de Águeda) foi a atleta feminina mais rápida na distância de 10 km.

Inscrições abertas

As inscrições estão disponíveis até dia 17 de dezembro e podem ser realizadas através da Run Porto, nas Lojas Sport Zone (Porto e Braga), na Loja do Corredor (Rua Santa Luzia 808, 4250-415, Porto) e no Município de Braga.

Continuar a ler

Atletismo

Mariana Machado medalha de bronze nos Europeus de corta-mato

Em sub-20

em

Foto: FPA

Mariana Machado ganhou este domingo o bronze na corrida feminina de sub-20 dos campeonatos da Europa de corta-mato, no Parque da Bela Vista, em Lisboa.

A jovem de 19 anos, filha da fundista olímpica Albertina Machado, fez a prova em 14 minutos e dez segundos, atrás da italiana Nadia Battocleti (que revalidou o título) e da eslovena Klara Lukan.

A atleta bracarense chegou a liderar a corrida na última volta, gastou mais 12 segundos do que Battocletti.

Colectivamente, Portugal foi quinto, sendo o pódio composto por Itália, Grã-Bretanha e França.

Nos homens o melhor atleta português dos sub-20 foi Etson Barros, que concluiu no quarto lugar.

O norueguês Jakob Ingerbritsen confirmou o favoritismo, conseguindo o seu quarto título continental no escalão, um inédito “tetra”, numa corrida que fez isolado a partir do meio do percurso e ganhou em 18.20 minutos.

O pódio foi completado pelo turco Ayetullah Aslanhan (segundo, em 18.58 minutos) e o irlandês Efrem Gidey (terceiro, em 19.01).

Etson Barros chegou a 45 segundos, liderando uma equipa lusa que também finalizou em quarto colectivamente, com 39 pontos, os mesmos da Irlanda, terceira, e mais um do que a Noruega, segunda. A Grã-Bretanha triunfou, com 25.

Continuar a ler

Atletismo

Carlos Sá nomeado embaixador da marca que criou botas do primeiro astronauta na Lua

Saucony

em

Foto: DR

Carlos Sá, ultramaratonista de Barcelos, foi nomeado embaixador da americana Saucony, especialista em running, anunciou, esta quinta-feira, a marca através das redes sociais.

As origens da Saucony remontam a 1898 com quatro empreendedores nas margens do rio “Saucon”, em Kutztown, Pennsylvania.

Em 1910 A.R Hyde & Sons empreendem um negócio e fabricam calçado a partir de materiais reciclados, extremamente populares na época, pode ler-se no site oficial da marca.

Inicialmente, fabricavam também patins para gelo, sapatilhas de beisebol e bowling.

Em 1963 fabricam as botas utilizadas pelo primeiro astronauta americano a dar um passeio lunar.

Em 1980, criaram as primeiras sapatilhas com língua integrada, para correr.

Continuar a ler

Populares