Quatro milhões de vacinas contra gripe e covid-19 administradas este ano

Foto: DR / Arquivo

Portugal já administrou mais de quatro milhões de vacinas contra a gripe e a covid-19 desde o início da campanha de vacinação sazonal, mais 20% do que no ano passado, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a Direção Executiva do Serviço Nacional de Saúde (DE-SNS) indicou que nesta campanha sazonal, que arrancou em 29 de setembro, foi atingida uma cobertura de vacinação contra a gripe de 75% no grupo etário de 80 anos e de 71% entre os 70 e os 79 anos.

“Se compararmos o número de vacinas contra a gripe administradas nesta campanha com as administradas no mesmo período, na campanha do ano passado, temos cerca de mais 359 mil vacinas administradas este ano, um aumento de 20%”, salientou.

Para a DE-SNS, os números hoje conhecidos tornam-se “particularmente relevantes quando é possível acompanhar a realidade de outros países europeus, como a Espanha, França e Itália, por exemplo, em que a adesão por parte da população ao processo vacinal tem ficado aquém do esperado”.

A entidade recordou que a campanha envolveu mais de uma dezena de parceiros institucionais e saudou a vacinação nas farmácias comunitárias, sem necessidade de prescrição médica, em horários alargados, evitando deslocações desnecessárias.

“De um universo de cerca de 700 pontos de vacinação utilizados na campanha de vacinação sazonal 2022/2023, esta nova abordagem permitiu alargar o número de pontos de vacinação para mais de 3.000”, realçou.

De acordo com a DE-SNS, a parceria com as farmácias comunitárias permitiu ajustar agendamentos, aumentando a liberdade de escolha, com horários de funcionamento alargados, através de um processo de planeamento mais cómodo para os cidadãos e mais económico para o Estado.

“A campanha de vacinação está ainda em curso, pelo que a DE-SNS continua a recomendar que todos os indivíduos elegíveis que ainda não se tenham vacinado adiram ao processo de vacinação numa farmácia comunitária ou no seu centro de saúde”, observou, acrescentado que as estirpes em circulação no país são abrangidas pela vacina.

A vacinação contra a gripe, que este ano decorre em simultâneo com a da covid-19, acontece preferencialmente nas farmácias comunitárias para os maiores de 60 anos.

No SNS está a ser feita a vacinação das pessoas com menos de 60 anos com patologias de risco, grávidas e profissionais dos serviços de saúde (públicos e privados) e de outros serviços prestadores de cuidados de saúde, estudantes em estágio clínico, bombeiros envolvidos no transporte de doentes e prestadores de cuidados a pessoas dependentes, que serão convocados pelos respetivos centros de saúde onde estão inscritos.

A vacinação também é feita nos lares, na rede de cuidados continuados integrados e nas prisões por profissionais do SNS.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

GNR recupera material de produção de vinho em Famalicão

Próximo Artigo

'Unicórnio' de empresário de Guimarães retirado da Bolsa de Nova Iorque

Artigos Relacionados
x