Seguir o O MINHO

Região

Preço de quartos para estudantes desce 24,6% em Braga (e é mais caro em Famalicão)

Alfredo Student

em

Foto: DR

O Observatório do Alojamento Estudantil, ferramenta do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior que monitoriza cerca de 150 mil anúncios, já tem disponível para consulta os dados relativos ao preço de quartos para estudantes em diversas cidades do país, através da plataforma Alfredo Student.


No concelho de Braga, onde existe maior número de oferta (267 quartos), o preço médio mensal de uma renda desceu de 296 euros em agosto de 2019 para 223 (24,6%) em julho de 2020, deixando de ser o concelho do Minho com os preços mais caros. Esse lugar é agora ocupado por Famalicão, com a renda a situar-se nos 232 euros, embora existam apenas 17 quartos disponíveis, o que pode condicionar o resultado.

Em Guimarães, a média por entre os 61 quartos disponíveis situa-se nos 215 euros enquanto Barcelos tem os preços mais em conta do quadrilátero urbano (195 euros) por entre 40 quartos analisados. No Alto Minho, Viana do Castelo, com 32 quartos disponíveis, a renda média mensal situa-se nos 196 euros.

Em comunicado enviado às redações, o Ministério dá conta da recolha junto de fontes públicas de informação para análise dos dados, tais como portais imobiliários e de agências do setor, num total de mais de 20 plataformas distintas.

O tratamento da informação baseia-se na recolha, diária, da oferta de alojamento privado, que se traduz neste momento em 13.541 quartos distribuídos por 163 concelhos e 452 freguesias.

Para complementar a análise da oferta privada, é também apresentada a rede de residências públicas de estudantes, que engloba mais de 15 mil camas, diz o Ministério.

“Estão a ser planeadas várias ações, para que cada estudante disponha, em tempo real, de informação validada sobre a oferta de alojamento disponível em cada concelho”, acrescenta a mesma fonte, salientando a “vantagem de atuar em vertentes diferentes”.

“Está ainda prevista a introdução de novas funcionalidades no Observatório do Alojamento, nomeadamente a especificação da tipologia dos quartos disponíveis, aprofundamento da caraterização do alojamento e disponibilidade em tempo real de vagas nas residências públicas”, diz a mesma nota.

Este novo instrumento, desenvolvido pela startup de Inteligência Artificial Alfredo Real Estate Analytics, pretende dar uma nova visão aos pais de estudantes para o ano letivo de 2020/21 e surge com a colaboração das Associações de Estudantes e dos Serviços de Ação Social das Universidades e Politécnicos.

Anúncio

Barcelos

Idoso de 89 anos ferido numa colisão em Barcelos

Acidente

em

Foto: DR

Um homem de 89 anos ficou ferido na sequência de uma colisão entre dois automóveis, na manhã desta quarta-feira, na Estrada Nacional 103, em Rio Covo Santa Eugénia, concelho de Barcelos.

A vítima foi transportada para o Hospital de Barcelos com ferimentos considerados ligeiros.

A colisão lateral deu-se quando uma das viaturas saía do parque de estacionamento de uma superfície comercial.

O alerta foi dado pelas 11:20.

Os Bombeiros Voluntários de Barcelos prestaram socorro com sete operacionais e duas viaturas.

A VMER de Barcelos também esteve no local.

A GNR registou a ocorrência.

Continuar a ler

Alto Minho

Traficante apanhado em flagrante a vender droga em Viana do Castelo

GNR

em

Foto: GNR

Um homem de 50 anos foi detido em flagrante por tráfico de droga, na terça-feira, em Viana do Castelo, anunciou hoje a GNR.

“Na sequência de uma ação de patrulhamento, os militares abordaram um indivíduo que se encontrava a efetuar a venda de diverso material estupefaciente que tinha em sua posse”, relata a GNR em comunicado.

Após busca ao veículo do suspeito, foram apreendidas 20 doses de heroína, 14 doses de cocaína e 20 euros em numerário.

O detido, com antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime, foi constituído arguido e os factos remetidos para o Tribunal Judicial de Viana do Castelo.

Continuar a ler

Barcelos

‘Big Band’ de filarmónica histórica apresenta espetáculo “diferente” em Barcelos

Cultura

em

Foto: Divulgação / Banda de Música de Oliveira

Com 238 anos de história, a Banda Musical de Oliveira, de Barcelos, viu nascer no seu seio uma ‘Big Band’ com um repertório que vai do jazz ao swing, do samba ao funk, do rock ao pop. O grupo tem preparado um espetáculo especial que apresentará ao vivo, no sábado, pelas 21:30, na Frente Ribeirinha de Barcelos.

O espetáculo levou dois meses a ser preparada, embora o grupo ensaie com regularidade, e contará com temas de ícones como Frank Sinatra ou Carlos Santana.

Este será o segundo concerto da Big Band, cujo diretor artístico é o maestro Alfredo Macedo e envolve 16 músicos da Banda Musical, tendo-se estreado ao vivo em 11 de setembro de 2019 no festival Jazz ao Largo, em Barcelos.

Trata-se de um grupo de músicos que se juntou pelo gosto que têm ao jazz e querem aproveitar o seu talento para fazer algo diferente do que tradicionalmente se faz numa banda filarmónica.

Foto: Divulgação / Banda de Música de Oliveira

“A Big Band apresenta-se como mais um grupo nascido na Banda Musical de Oliveira que carrega, com orgulho e responsabilidade, o nome e a excelência cultural desta instituição”, refere comunicado, acrescentando que o seu reportório percorre os mais variados géneros.

O concerto de sábado, de entrada livre, inserido no evento Barcelos Prá Frente, terá como convidados especiais dois músicos locais: Luís Fernandes na guitarra e Cristiana Silva na voz.

“O nosso compromisso passa por proporcionar uma noite de verão repleta de música, e de boas energias, num ano que tem sido excecionalmente complicado para todos nós”, sublinha o conjunto.

A Banda Musical de Oliveira foi fundada em 1782 por António Gomes Ferraz, por ocasião dos festejos organizados para celebrar a conclusão das obras da reconstrução da Igreja Paroquial de Oliveira.

Continuar a ler

Populares