Seguir o O MINHO

Ave

PSD escolhe candidata que disse que homem de Famalicão deveria ser “capado”

Suzana Garcia

em

O PSD apresentou hoje mais 53 nomes homologados pela Comissão Política Nacional do partido como candidatos a presidentes de câmara nas próximas autárquicas, entre os quais o da advogada Suzana Garcia à Câmara da Amadora.

Esta é a quarta lista de candidatos homologada pelo partido nos últimos meses, num total de 294 nomes já escolhidos para outras tantas câmaras do país.

Suzana Garcia, que não é filiada no PSD, foi considerada pelo coordenador autárquico do PSD, José Silvano, como a “candidata mais indicada para ganhar” a Câmara da Amadora, no distrito de Lisboa, considerando que as suas polémicas posições públicas não põem em causa os valores sociais-democratas.

A 13 de junho de 2019, a advogada admitiu ser a favor da “castração completa” de um homem condenado por abuso sexual e violação de menores em Famalicão, a propósito do seu comentário matinal no programa televisivo da TVI, “Você na TV”, apresentado por Manuel Luís Goucha.

Na altura, a advogada assegurou que o indivíduo incorporou “abuso sexual, violação sexual e pornografia”, e que “durante o julgamento não mostrou arrependimento”.

A advogada diz que a vida dos cinco violados nunca vai ser resgatada: “Quando ele sair cá para fora como vai ser? Vai continuar a reincidir e vamos ter mais outras tantas crianças condenadas”.

“Esta pessoa merecia ser capada. Não digo a castração química, é mesmo a castração total”, afirmou, justificando o ato como uma dificuldade para que volte a reincidir.

“Se ele quiser cometer novamente o mesmo tipo de crime, terá menos um objeto para o fazer”, concluiu.

Populares