Seguir o O MINHO

Braga

Professor de colégio em Braga pede demissão após mostrar mulher nua na tela

Situação ocorreu durante um teste do 9.º ano

em

Foto: DR

Um professor do colégio D. Diogo de Sousa, em Braga, pediu demissão depois de projetar numa tela, inadvertidamente, conteúdo sexual durante a realização de um teste de português a uma turma do 9.º ano.

Tudo terá acontecido no início do mês de outubro, quando o professor – que é também padre -, foi solicitado para vigiar um teste daquela turma. Terá projetado as questões na tela mas, pouco depois, começou a utilizar o computador normalmente, esquecendo-se que tudo a que acedia era visto em tempo real pelos jovens.

Uma mulher nua surgiu então na tela e o momento foi filmado pelos alunos, que depois transmitiram aos pais o sucedido. Estes fizeram pressão junto do colégio, conseguindo uma reunião com a administração, e foi aberto um inquérito. Entretanto, o professor apresentou demissão.

O MINHO contactou António Araújo, administrador do D. Diogo de Sousa, que lamenta a situação, mas adianta que, com a demissão, ficou resolvido. Fez também questão de salientar que a imagem em questão não continha quaisquer genitais à mostra.

Ainda segundo a mesma fonte, o professor terá justificado o incidente com a atribuição das culpas a “um perfil falso”, que lhe terá enviado um link por mensagem, que o mesmo terá aberto na aula, sem saber o que seria.

No entanto, e de acordo com alguns alunos, o padre terá respondido a mensagens nesse mesmo site, dizendo a um perfil: “Arrebento-te toda”.

Por se tratar de um sacerdote, obrigado ao celibato, O MINHO contactou a figura máxima da Arquidiocese de Braga, o Arcebispo D. Jorge Ortiga, que confirmou a realização de um inquérito para tentar perceber o que realmente se passou, mas remeteu quaisquer outras declarações para a administração do colégio.

Notícia atualizada às 22h29 com correção por não se ter tratado de um exame, mas sim de um teste.

Populares