Seguir o O MINHO

Futebol

Presidente do Belenenses SAD admite pedir adiamento do jogo com o Vizela

Covid-19

em

Foto: Imagem CNN

O presidente do Belenenses SAD admitiu hoje que poderá pedir o adiamento do jogo com o Vizela, da 13.ª jornada da I Liga de futebol, face ao surto do novo coronavírus que afeta o plantel dos ‘azuis’.

“Está em cima da mesa o jogo não ser realizado, claramente. Será comunicada à Liga Portuguesa de Futebol Profissional [LPFP], através do nosso médico, toda a situação do nosso grupo de trabalho”, afirmou Rui Pedro Soares, em entrevista à CNN Portugal.

Contudo, o presidente da sociedade anónima, cuja equipa compete na I Liga, revelou que, “neste momento”, a sua maior preocupação “é a saúde dos jogadores e ‘staff’”, que estão em isolamento e que falharam a partida de sábado, com o Benfica.

O Belenenses SAD entrou em campo com apenas nove jogadores disponíveis, dois deles guarda-redes, devido a um surto do novo coronavírus que atingiu o plantel, e o encontro acabaria por ser interrompido no arranque da segunda parte, aos 48 minutos, depois de os ‘azuis’ terem ficado sem o número mínimo de futebolistas legalmente exigido para o desenrolar de um jogo de futebol (sete).

Para a segunda parte do encontro, o Belenenses SAD regressou com apenas sete jogadores, mas a lesão de um elemento originou o fim do encontro, que o Benfica vencia por 7-0 ao intervalo, com golos de Kau (01 minuto), na própria baliza, Seferovic (14 e 39, de penálti), Weigl (27) e Darwin (32, 34 e 45).

Já hoje, em carta enviada à LPFP, o Belenenses SAD solicitou a repetição do jogo, escudando-se no artigo 45.º, número quatro, do Regulamento das Competições, que aponta que “quando o jogo tiver sido dado por findo pelo árbitro antes do termo do seu tempo regulamentar, o resultado que o mesmo registe não será homologado, sendo designado novo jogo pela Liga Portugal, salvo nos casos expressamente previstos nos regulamentos”.

“Pedimos a repetição do jogo, de acordo com o regulamento da Liga e, agora, a direção da Liga vai decidir se o jogo é repetido ou não. Essa responsabilidade não é minha, é da direção da Liga, ou seja de Pedro Proença, do representante da Federação Portuguesa de Futebol e dos representantes dos oito clubes [que integram a direção], FC Porto, Sporting, Vitória de Guimarães, Vizela, Arouca, Académico de Viseu, Penafel e Sporting da Covilhã”, referiu.

A LPFP vai avançar com uma participação disciplinar junto do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), para apurar eventuais responsabilidades face à situação ocorrida na partida da 12.ª jornada.

Populares