População evacuada em lugar de Arcos de Valdevez já está “segura” em unidade hoteleira

Mau tempo

As 28 pessoas (e não 26, como apontando inicialmente) que foram evacuadas, ao final da tarde desta sexta-feira, no lugar de Frades, em Portela, Arcos de Valdevez, já estão instaladas numa unidade hoteleira, disse a O MINHO o comandante dos bombeiros locais.

Segundo Filipe Guimarães, que comandou toda a operação no terreno, 27 pessoas vão pernoitar na unidade hoteleira enquanto um outro habitante passará a noite no núcleo da Cruz Vermelha por se encontrar em situação de ‘acamado’.

De acordo com o comandante, a evacuação correu sem problemas, tendo demorado cerca de duas horas. Os bombeiros e a autarquia disponibilizaram transporte para os habitantes daquele lugar que, há 19 anos, viu uma tromba-de-água matar quatro pessoas.

Algumas das pessoas mostraram-se aborrecidas com o abandonar da habitação mas todos compreenderam que seria pelo melhor, de forma a evitar um possível deslizamento de terras que ainda poderá ocorrer, face ao mau tempo que se tem vindo a sentir ao longo dos últimos dias.

Em declarações à agência Lusa, esta tarde, o autarca local, responsável pela proteção civil municipal, indicou que a decisão foi tomada cerca das 16:00, “face à chuva que tem caído nas últimas horas e à previsão de mais pluviosidade”.

João Manuel Esteves disse ter consultado os investigadores da Universidade do Minho, responsáveis pelo estudo “Risco de Movimento de Vertente”, realizado para aquele lugar.

A retirada “das pessoas teve início às 17:17″ e terminou às 19:09, disse Filipe Guimarães a O MINHO.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Os números do Euromilhões

Próximo Artigo

Braga e Viana com aviso vermelho entre sábado e domingo por agitação marítima

Artigos Relacionados
x