Braga e Viana com aviso vermelho entre sábado e domingo por agitação marítima

IPMA

Os distritos de Braga e Viana do Casetlo, assim como os do Porto, Aveiro e Coimbra, vão estar entre as 21:00 de sábado e as 12:00 de domingo em aviso vermelho, devido à agitação marítima, informou, esta sexta-feira, o IPMA.

Em comunicado, o Instituto do Mar e da Atmosfera alerta que durante este período as ondas poderão atingir os 15 metros de altura nestes cinco distritos.

Já a partir das 12:00 e as 24:00 de domingo o aviso nesses cinco distritos baixa para laranja (o segundo mais grave), perspetivando-se que as ondas possam atingir os 12 metros.

Além destes, estão sob aviso laranja os distritos de Bragança, Guarda, Faro, Vila Real, Setúbal, Lisboa, Leiria, Beja e Castelo Branco.

Para os distritos de Viseu, Évora, Portalegre e Santarém foi colocado um aviso amarelo (o terceiro mais grave).

Estes avisos do IPMA abrangem o período em que Portugal continental sofre os efeitos de uma nova depressão, denominada Fabien.

Os primeiros efeitos da depressão Fabien são esperados no sábado, com períodos de chuva persistente e por vezes forte na região Centro, Alto Alentejo e no litoral entre o rio Tejo e o cabo de Sines, até ao final da madrugada; aguaceiros temporariamente intensos no Minho e Douro Litoral até ao meio da tarde; e intensificação do vento, especialmente nas regiões Norte e Centro.

Segundo as previsões do Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA), o vento será forte de sudoeste, com rajadas a atingir valores de 90 km/h, em especial no litoral norte e centro, e de 130 km/h nas terras altas.

É igualmente esperada agitação marítima, sobretudo no litoral a norte do cabo Mondego, onde as ondas poderão ultrapassar os 10 metros de altura.

Segundo o IPMA, a depressão Fabien não deverá ter a mesma intensidade da depressão Elsa, que nos últimos dias provocou milhares de ocorrências e deixou pelo menos dois mortos e um desaparecido.

Num balanço feito ao início da tarde, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) referiu que os distritos mais afetados pela Elsa são Porto, Viseu, Aveiro, Coimbra, Braga e Lisboa.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

População evacuada em lugar de Arcos de Valdevez já está "segura" em unidade hoteleira

Próximo Artigo

Autarca do Porto diz que tempestades confirmam alerta sobre alterações climáticas

Artigos Relacionados
x