Seguir o O MINHO

Barcelos

Politécnico de Viana vai avaliar qualidade do ar de 30 edifícios públicos em Barcelos

Acordo aprovado em reunião do executivo

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

A Câmara Municipal de Barcelos aprovou, em reunião ordinária de 4 de dezembro, um acordo de colaboração com o Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) que tem como objetivo avaliar a Qualidade do Ar Interior (QAI) de um conjunto de 30 edifícios públicos do concelho.

Em comunicado, a autarquia explica que o acordo surge na sequência da parceria entre a autarquia e o IPVC, iniciada no âmbito do projeto de investigação RnMonitor, executado entre setembro de 2017 e janeiro de 2020 e financiado pelo FEDER através do Programa Operacional de Competitividade e Internacionalização (POCI), no qual foi desenvolvida uma tecnologia de sensorização para a quantificação do gás radão em ambientes anteriores, bem como efetuada uma primeira avaliação da sua concentração em edifícios públicos localizados no concelho de Barcelos.

Estes ensaios mostraram ser importante dar continuidade ao estudo no âmbito do referido projeto (que incluiu monitorização online de um conjunto de quatro edifícios públicos), de forma a articular ações de divulgação pedagógicas e de esclarecimento da população (num total de quatro sessões), com enfoque na disseminação de estratégias e tecnologias que permitam a mitigação do risco associado à exposição de gás radão em edifícios.

No âmbito deste acordo, a Câmara Municipal selecionará os edifícios a estudar e, entre outras obrigações, concederá o apoio logístico e documental que possibilite o desenvolvimento das atividades previstas e atribuir um apoio financeiro no montante de 20 mil euros.

A coordenação das áreas científicas referentes à infraestrutura de sensorização remota e à avaliação e caraterização da qualidade do ar interior em edifícios públicos ficam a cargo de especialistas do IPVC.

O Instituto terá, também, de elaborar um Manual de Boas Práticas para a melhoria da QAI dos edifícios municipais.

Populares