Seguir o O MINHO

Futebol

Buscas no FC Porto. Empresário de Braga visado na investigação

Bruno Macedo já tinha sido envolvido noutra investigação que visava o Benfica

em

Foto: Imagem CMTV / Arquivo

O Ministério Público e a Autoridade Tributária estão fazer buscas na sede da SAD do FC Porto e na residência de Alexandre Pinto da Costa, filho do presidente portista. A investigação envolve ainda o empresário Bruno Macedo, de Braga, e Pedro Pinho, recentemente acusado por agredir um repórter de imagem em Moreira de Cónegos.

Em causa estão alegados crimes como burla qualificada, fraude fiscal, abuso de confiança, falsificação e branqueamento de capitais, segundo a revista Sábado e a TVI.

Segundo a CMTV, estão a decorrer buscas em Braga.

Segundo aqueles órgãos de comunicação, em causa estão transferências de jogadores do FC Porto e suspeitas em torno de 2,5 milhões de comissões num negócio de 500 milhões de euros relacionado com a venda dos direitos televisivos do FC Porto à PT.

Segundo a TVI, no centro das suspeitas está um triângulo entre Alexandre Pinto da Costa e os empresários Bruno Macedo e Pedro Pinho.

Bruno Macedo foi igualmente visado noutra investigação que visava o Benfica. O emrepsário de Braga é suspeito de, em conluio com Luís Filipe Vieira, ter montado desde 2014 um esquema para tirarem benefícios pessoais de pagamentos realizados pela Benfica SAD, relativos à compra e venda de jogadores, lesando também o Estado português.

EM FOCO

Populares