Petição com mais de 35 mil assinaturas quer shoppings fechados ao domingo

Ideia é acompanhada pelo Bispo do Porto que, na sua homilia da Páscoa, falou no trabalho por turnos, de forma contínua, “em setores que nada o justifica”, o que estará, a seu ver, a criar uma “civilização fria, sem alma, individualista”
Foto: DR

Uma petição online, criada no site peticaopublica.pt, que pede o encerramento dos “grandes” centros comerciais aos domingos, conta já com mais de 35 mil subscritores.

“Será que realmente precisamos de ter um shopping aberto todos os dias da semana, das 10:00 da manhã às 23:00/00:00?”, lê-se num longo texto, onde é defendido, entre outras coisas, que, caso essas superfícies se encontrassem abertas menos horas, a “qualidade de vida” seria superior.

A petição, criada há pelo menos quatro meses, aborda um assunto que ganhou força no último fim de semana.

Na sua homilia de Páscoa, o bispo do Porto, D. Manuel Linda, falou sobre a “ganância”, que está “a matar os domingos”, devido à “laboração contínua, por turnos, em setores de atividade que nada o justifica”.

“O mesmo se diga da abertura dos supermercados e dos centros comerciais ao domingo”, disse o prelado na missa celebrada na Igreja da Sé, justificando que a ausência de restrições nos horários são a “expressão de um certo subdesenvolvimento humano e mesmo económico”, que , na sua maneira de ver, estará “a gerar uma civilização fria, sem alma, individualista, sem profundidade de relações e até mesmo sem outros contactos que não sejam os da realidade virtual”.

Também no fim-de-semana da Páscoa, a decisão do Lidl em fechar todas as lojas no domingo, para que os seus funcionários pudessem viver o dia, recebeu milhares de elogios nas redes sociais.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Borja apto no Sporting para receção ao Vitória

Próximo Artigo

Tui quer criar com Valença 1ª área metropolitana da Galiza e Norte de Portugal

Artigos Relacionados
x