Seguir o O MINHO

Braga

Parlamento quer “rápida” classificação da ‘Confiança’ em Braga por parte do Governo

Antiga saboaria

em

Foto: DR / Arquivo

O Parlamento aprovou hoje duas resoluções, do PS e do PCP, que recomendam ao Governo que decida “de forma célere” e proceda de forma “rápida” à conclusão da classificação do edifício da antiga saboaria Confiança, em Braga.


As duas resoluções, com texto apresentado em conjunto, a que a Lusa teve acesso, foram aprovadas com os votos favoráveis do PS, PCP e BE e abstenção do PSD e do CDS-PP .

Segundo o texto, é recomendado ao executivo que “encete diligências junto da Câmara Municipal de Braga, no sentido de ser analisada a possibilidade de obtenção de fundos europeus para a reabilitação do edifício da Fábrica de Saboaria e Perfumaria Confiança”.

Os projetos de resolução querem que sejam encetadas “as diligências necessárias para que o processo de classificação patrimonial do complexo” seja finalizado “com vista à sua proteção e valorização e eventual instalação de projetos culturais e museológicos que sustentem e garantam a sua preservação na esfera pública.”

Em novembro de 2011, a câmara, ainda presidida pelo socialista Mesquita Machado, decidiu, por unanimidade, comprar as instalações da fábrica, tendo sido aventada a hipótese de ali instalar valências culturais.

Posteriormente, em setembro de 2018, a nova maioria PSD/CDS-PP/PPM, liderada por Ricardo Rio, no executivo e na Assembleia Municipal, votou pela venda, alegando que, por falta de fundos disponíveis para a reabilitação, o edifício se apresenta em “estado de degradação visível e progressiva”.

A autarquia já tentou vender o imóvel por duas vezes em hasta pública, ambas travadas por providências cautelares que, no entanto, foram decididas a favor do município.

Ricardo Rio já deu como “por adiada” a tentativa de alienação do complexo até que “todo o ruído” em volta do assunto “esteja sanado”.

Anúncio

Braga

Vila Verde acolhe doze crianças de campo de refugiados na Grécia

Em Prado

em

Foto: DR

A Casa Paroquial de Prado, no concelho de Vila Verde, vai acolher doze jovens refugiados, com idades entre os 12 e os 18 anos, provenientes de um campo de refugiados na Grécia. O anúncio foi feito por Armando Osório, presidente da Cruz Vermelha de Braga, à Rádio Universitária do Minho.

Estes jovens vão ter apoio da Cruz Vermelha e integram o grupo de 500 crianças e jovens que Portugal irá receber, nos próximos tempos, provenientes de campos de refugiados.

“O Governo fez um protocolo com a Cruz Vermelha Portuguesa e Braga vai acolher doze jovens, na Casa Paroquial de Prado, cedida pelo pároco”, disse Osório, acrescentando que “primeiro é preciso elevar-lhes a auto-estima, depois ensinar-lhes português e, finalmente, fazer-lhes uma análise para ver o destino que vão ter”.

Continuar a ler

Braga

Condutor escapa ileso após aparatoso capotamento de BMW em Braga

Acidente

em

Foto: DR

Um homem, com cerca de 40 anos, escapou praticamente ileso a um despiste seguido de capotamento, ao início da madrugada deste domingo, na circular cidade de Braga. O homem conduzia uma carrinha BMW que ficou com a frente totalmente destruída.

Ao que apurou O MINHO no local, o condutor terá entrado em despiste, subido a berma ajardinada e regressado à via, no encontro entre a Avenida António Macedo e a Avenida Padre Júlio Fragata, sentido Estação-Hospital, em São Vicente, a poucos metros da ponte aérea do Regimento de Cavalaria n.º 6.

Foto: DR

Foto: Fernando André Silva / O MINHO

Foram acionados meios de socorro mas não houve necessidade de intervenção por parte dos bombeiros sapadores, uma vez que o homem saiu pelo próprio pé e não apresentava ferimentos de maior, não sendo necessário o seu transporte para o hospital, a pouco mais de 100 metros do local de despiste.

Uma patrulha da PSP de Braga, com dois agentes, esteve no teatro de operações enquanto chegou o semi-reboque para retirar a viatura da via. O próprio condutor deu a assistência necessária ao rebocador.

O trânsito esteve condicionado na faixa da direita entre as 23:45 e as 00:45.

Continuar a ler

Braga

IKEA de Braga está a recrutar

Emprego

em

Foto: Dr / Ilustrativa

A loja de Braga da IKEA, situada no centro comercial Nova Acarda, entre Dume e Pameira, está a recrutar para cinco postos distintos, anunciou a empresa.

A multinacional sueca necessita urgentemente de três colaboradores de vendas, um colaborador de ‘recovery’ e um colaborador para o restaurante.

No que toca à restauração, estão abertas candidaturas para uma vaga de 16 horas semanais, durante tarde/noite, no restaurante da loja.

Já nas vendas, estão abertas três vagas, duas de 20 horas semanais e uma de 12 horas, aos fins de semana, para áreas das atividades e do têxtil.

Há ainda uma vaga para colaborador de ‘recovery’, cujo horário será de 16 horas semanais, à tarde/noite, mas esta será temporária.

Pode consultar as candidaturas aqui.

Continuar a ler

Populares