Seguir o O MINHO

Alto Minho

Paredes de Coura: Organizador do festival pondera “grande acontecimento” durante um mês na vila

João Carvalho

em

Foto: DR / Arquivo

João Carvalho adiantou ao Blitz que pretende fazer um evento em Paredes de Coura “durante um mês” para colmatar a não realização do festival por causa da pandemia de covid-19.


Em entrevista, o organizador afirma que “queria celebrar o Paredes de Coura, que as pessoas lembrassem uma edição que não aconteceu, mas que puderam ir a Paredes de Coura, puderam sentir o amor de Paredes de Coura”.

Nesse sentido, acrescenta, “há vários projetos”.

“Tenho ideia de fazer um grande acontecimento, não para levar muita gente ao mesmo tempo, mas que ficará em Paredes de Coura durante um mês de forma a que as pessoas possam ir lá de forma faseada. Queria muito que as pessoas sentissem que Coura, não acontecendo, aconteceu”, sublinhou João Carvalho.

Recorde-se que João Carvalho já havia admitido um evento no inverno para colmatar a não realização do festival.

Os festivais de música e eventos análogos foram proibidos pelo governo até 30 de setembro como medida de contenção da propagação da covid-19.

Anúncio

Alto Minho

Cerveira aprova isenção temporária de taxas a feirantes

Covid-19

em

Foto: CM Cerveira (Arquivo)

A Câmara de Vila Nova de Cerveira vai propor à Assembleia Municipal, a isenção do pagamento de taxas na feira semanal, enquanto vigorar o estado de emergência e o concelho integrar a lista de elevado risco, foi hoje divulgado.

Em comunicado, aquela autarquia adiantou que “a medida, de caráter excecional e temporário, e já praticada durante a durante a primeira vaga de covid-19 terá de ser discutida e votada na próxima Assembleia Municipal, por ser da sua competência”.

A proposta, aprovada, na sexta-feira, por unanimidade em reunião do executivo municipal, prevê “considerar como justificadas as faltas daqueles feirantes que, por força das restrições de circulação impostas, não realizem a feira semanal no período mencionado”.

Continuar a ler

Alto Minho

Alto Minho tem 1.156 casos ativos de covid-19. Só Paredes de Coura desce

Dados locais

em

Foto: DR

O Alto Minho tem, atualmente, 1.156 casos ativos de covid-19, mais 106 do que na sexta-feira, segundo dados recolhidos por O MINHO junto da Unidade Local de Saúde do Alto Minho, atualizados às 17:00 desta segunda-feira.

O distrito de Viana do Castelo soma, desde o início da pandemia, 2.981 casos, mais 159 nos últimos três dias.

Há a lamentar 85 óbitos, mais quatro desde sexta-feira: quatro em Ponte de Lima, um em Caminha e outro em Valença.

Contam-se ainda 1.740 recuperados, mais 47 nestes três dias.

Viana do Castelo tem 310 casos ativos (mais 19 em relação à última atualização), Ponte de Lima 311 (mais 31), Valença 130 (mais 14), Cerveira 57 (mais 7), Paredes de Coura 39 (menos 8, e o único concelho que desce), Monção 34 (mais 2), Caminha 151 (mais 16), Arcos de Valdevez 84 (mais 11), Melgaço 14 (mais 2) e Ponte da Barca 26 (mais 12).

Continuar a ler

Viana do Castelo

Ossadas encontradas em Viana são de idoso desaparecido

Em Meadela

em

Foto: DR / Arquivo

As ossadas que foram encontradas, esta segunda-feira, em Meadela, Viana do Castelo, são de um idoso que se encontrava desaparecido.

Ao Jornal de Notícias, fonte da Polícia Judiciária (PJ) confirmou que o reconhecimento foi possível através de objetos pessoais também encontrados no local.

Como O MINHO noticiou, a PJ está a investigar o aparecimento das ossadas que foram hoje avistadas pelo proprietário de um terreno na freguesia de Meadela, em Viana do Castelo.

Ossadas encontradas em Viana do Castelo. PJ investiga

“A PJ de Braga tomou conta do caso e vai tomar diligências de investigação. Presume-se que as ossadas sejam humanas, mas tudo dependerá da verificação do Instituto de Medicina Legal (IML) e da investigação da PJ, mas é um processo moroso”, explicou à Lusa aquela fonte policial.

Contactado pela Lusa, o segundo comandante da PSP, Raul Curva explicou que o alerta foi dado pelo proprietário do terreno, situado na rua Frei Luís de Sousa, na freguesia de Meadela, sendo que o caso transitou para a alçada da PJ.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo adiantou ter recebido o alerta para o caso às 11:36.

Continuar a ler

Populares