Seguir o O MINHO

Alto Minho

Paragem de autocarro em Valença deixou de estar vedada

“Bom senso” entre as partes

em

Foto: Rádio Vale do Minho

A paragem de autocarro que foi vedada pelo dono do terreno em Fontoura, no concelho de Valença, já está desimpedida. O novo presidente da Junta apelou ao “bom senso” e o proprietário acabou por ceder, adianta a Rádio Vale do Minho.

Na semana passada, aquela paragem de autocarro, na Estrada de S. Miguel, apareceu totalmente vedada, o que provocou a revolta dos pais e encarregados de educação das crianças que ali apanham transporte escolar.

A cerca foi colocada por Filipe Ferreira que garante ser o dono daquele terreno, depois de ter deixado vários avisos à anterior Junta de Freguesia (PSD), decidiu tomar medidas.

Entretanto, dá conta a Rádio Vale do Minho, a Junta mudou de mãos, passando para os independentes do Movimento Fortalecer Valença.

O novo autarca, André Rodrigues, apelou “ao bom-senso” e Filipe Ferreira acabou por ceder.

Segundo a Rádio Vale do Minho, que tornou pública a situação insólita, o proprietário, Filipe Ferreira, tinha avisado ainda no verão, quando a paragem foi ali colocada, que a mesma se encontrava em terreno que pertence à sua família, mostrando desagrado.

No entanto, o equipamento foi ali colocado, e esteve em uso ao longo dos últimos meses, incluindo como local de espera de crianças que vão para a escola.

“Avisei várias vezes e ele sempre virou costas. Nunca deu resposta”, disse o proprietário àquela rádio, referindo-se aos contactos que tentou na altura com o presidente da Junta.

Filipe Ferreira explica que o terreno é pequeno e que, para “meter ali uns animais”, foi necessário vedar, pouco importado com as crianças que ali aguardam o transporte. “Aquilo é recente e só entram ali uma ou duas crianças. E vêm de longe, onde existe melhor local para colocar uma paragem”, afirmou.

Populares