Seguir o O MINHO

Guimarães

Pai acusado de maus tratos não se conforma por não poder falar com filho

em

Imagens: Guimarães Digital

Um homem de 50 anos, a quem foi retirado o filho por alegados maus tratos, não se conforma com o facto de não poder visitar e falar com o menor.

Segundo conta o Guimarães Digital, do Grupo Santiago, Paulo Magalhães, das Taipas, está impedido de ver a criança depois dos responsáveis da Escola EB1 de Pinheiral, naquela localidade, terem alertado as autoridades para as manchas negras presentes no pescoço, orelhas e ombro esquerdos do filho, ali aluno.

O progenitor reconhece ter dado “dois estalos” à criança, como forma de chamar à atenção para o mau comportamento, mas não aceita ter tratado como mau pai.

Como medida provisória, a criança foi entregue, na altura, à ADCL – Associação para o Desenvolvimento das Comunidades Locais.

Paulo Magalhães é ainda pai de dois filhos maiores de idade, emigrantes no Mónaco. O filho menor vive com ele desde que, com pouco mais de um ano, a mãe o entregou para adopção.

O homem será ouvido em tribunal a 11 e 17 de maio.

Populares